Um passeio! Brasil goleia Peru e fecha primeira fase líder do Grupo A
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

No fechamento do Grupo A, o Brasil entrou em campo com desconfiança e incerteza da recepção do público da Arena Corinthians para receber o Peru. Porém, toda a apreensão acerca da atuação brasileira foi quebrada logo no primeiro tempo, com três gols, marcados por Casemiro, Firmino e Everton. Já na segunda etapa, o líder do grupo fechou a conta em 5 a 0, com Daniel Alves e Willian. Ainda teve direito a pênalti perdido por Gabriel Jesus. Na outra partida da chave, a Venezuela venceu a Bolívia e avançou em segundo.

Um passeio e falha bizarra de goleiro

Todo o primeiro tempo foi de apenas um time: do Brasil. E, logo aos 11 minutos, Coutinho bateu escanteio, Thiago Silva desviou e Casemiro completou para o gol na pequena área, abrindo o placar e quebrando o gelo da crítica torcida paulista (1 a 0).

Mesmo após o 1 a 0, os brasileiros seguiram tentando jogadas — principalmente com Everton, pela esquerda do ataque. Tanto que aos 18', o goleiro peruano Gallese, pressionado por Firmino, tentou despachar a bola, que bateu no atacante do Liverpool e depois na trave. Na sobra, o próprio Firmino dominou, driblou o arqueiro latino e empurrou para as redes numa lambança de Gallese (2 a 0).

Sendo dominado, o Peru não conseguia armar jogadas no campo de ataque. Guerrero pouco aparecia devido a ineficiência peruana. Ainda pela esquerda, o Brasil seguiu em cima, e aos 31', de tanto Everton insistir em passar pela marcação, o ponta do Grêmio conseguiu passar por Advíncula, cortar para o meio e bater, surpreendentemente, no canto direito do goleiro, que esperava uma batida cruzada (3 a 0). 

Antes do primeiro tempo acabar, o Brasil já estava com a vitória bem encaminhada. Em toda a primeira etapa, os donos da casa deram seis chutes ao gol e dois para fora. Do lado peruano, apenas uma finalização certa e quatro erradas; Alisson só assistiu aos lances, já que apenas 16% da posse de bola total do Brasil (62%) ficou no campo de defesa.

Mais dois à conta

Na volta do intervalo, o estilo de jogo foi o mesmo: Brasil mandando no ritmo. Aos oito minutos, em jogada trabalhada, Firmino e Daniel Alves tabelam pela direita da entrada da grande área. Firmino deixa Dani na cara do gol após infiltração e o lateral do PSG não desperdiça a chance: 4 a 0. Logo em seguida, o treinador Gareca tira Guerrero já pensando numa possível classificação às quartas.

Diferentemente do primeiro período, Gabriel Jesus era bastante acionado pela direita e chegou a finalizar três vezes. Nervosos, os peruanos cometiam muitas faltas. Alisson só foi assustado aos 39', em chute de Christofer Gonzáles, mas nada tão perigoso.

Antes do apito final, ainda deu tempo para Willian, que entrou no lugar de Coutinho, fazer o quinto em belo chute de fora da área após sobra de escanteio. Aos 47', Gallese derrubou Gabriel Jesus na área e o árbitro marcou pênalti. Na batida, Jesus bateu meia-altura no canto direito e o goleiro peruano pulou para fazer a defesa. Logo depois, fim de jogo na Arena Corinthians.

Desfecho do Grupo A

Com os três pontos conquistados em São Paulo, o Brasil encerrou o Grupo A na liderança da chave. No outro jogo do grupo, a Venezuela bateu a Bolívia por 3 a 1 e terminou a primeira fase em segundo, com cinco pontos. Agora, a Seleção Brasileira aguarda a definição do terceiro colocado do Grupo B, que pode ser Argentina, Paraguai ou até mesmo Catar. Caso o terceiro desta chave não avance — o que é muito difícil —, o Brasil encara o terceiro do Grupo C, podendo ser Japão, Equador ou até Uruguai. Ou seja, nada definido.

VAVEL Logo