Emocionante: de virada, Flamengo vence River Plate e conquista Libertadores da América
Foto: Divulgação/CONMEBOL

O Flamengo é campeão da Taça Libertadores da América. Neste sábado (23), o rubro-negro derrotou, de virada, o River Plate por 2 a 1, no Monumental U, em Lima, e voltou a conquistar o principal torneio de futebol do continente após 38 anos.

A equipe argentina abriu o placar na etapa inicial, com Rafael Borré. No final da partida, Gabigol marcou duas vezes e deu o título para o rubro-negro carioca.

Com o título, o Flamengo faturou R$ 50 milhões e garantiu uma vaga para o Mundial de Clubes, que será disputado entre os dias 11 e 21 de dezembro, no Catar. Após dois anos, o futebol brasileiro volta a representar a América do Sul no torneio.

Susto temporário

Como já era esperado, a partida começou bastante equilibrada. Seguindo o roteiro de qualquer grande decisão, uma das equipes levaria a melhor numa falha promovida pela outra. Desta forma, o River Plate abriu o placar.

Pressionado por Filipe Luís, Fernández cruzou, mas mandou fraco. Na indecisão, Arão e Gerson falharam, deixando a bola passar. Totalmente livre dentro da área, Borré aproveitou e finalizou rasteiro para vencer Diego Alves e marcar o primeiro.

Foto: Divulgação/River Plate
Foto: Divulgação/River Plate

O Flamengo queria responder, só que não vivia uma tarde inspirada, apresentando um futebol completamente diferente do que estávamos habituados a acompanhar. Logo, o River aproveitou para neutralizar a equipe brasileira e administrar a partida.

Justiça tarda, mas não falha

O panorama da partida mudou radicalmente na etapa final. Em desvantagem, o Flamengo buscou o ataque desde o início, enquanto o River optou por defender o resultado. O empate do time carioca quase saiu no começo, quando Bruno Henrique cruzou, Gabigol acertou a defesa e na sequência, Everton Ribeiro parou em Armani.

As maiores emoções estavam preservadas para acontecerem no final da partida. O personagem: Gabigol. Sim, teve gol e teve título através do camisa 9 da gávea. Em contra-ataque rápido, o centroavante recebeu de Arrascaeta e deixou tudo igual.

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Praticamente em seguida, veio o maior momento de emoção. Gabigol foi lançado, ganhou de Pinola e acertou um grande chutaço de pé esquerdo para dar o título para a equipe brasileira.

VAVEL Logo