Rafinha prega cautela contra o Al-Hilal e lembra eliminações de brasileiros na semi do Mundial
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Ao lado de Jorge Jesus, técnico do Flamengo, o lateral-direito Rafinha também participou da coletiva na véspera do jogo contra o Al-Hilal. Mantendo a cautela ao não falar do Liverpool numa suposta final, o jogador de 34 anos lembrou dos ‘erros’ que times brasileiros cometeram em edições passadas do Mundial de Clubes.

LEIA MAIS: "Não vamos mudar a maneira de jogar", afirma Jorge Jesus sobre o Flamengo no Mundial

Jesus e Rafinha na coletiva (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Jesus e Rafinha na coletiva (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Em 2013, o Atlético-MG foi surpreendido ao ser derrotado por 3 a 1 na semifinal contra os marroquinos do Raja Casablanca, que perderam na final para o Bayern de Munique, do Rafinha, por 2 a 0. Já em 2010, foi a vez do Internacional passar vergonha ao ser batido pelos congoleses do Mazembe por 2 a 0. Assim, Rafinha disse:

"Estamos vacinados sobre esse assunto. Nosso pensamento está no Al-Hilal. Se o torcedor ou algum veículo simula a final com o Liverpool, é o que todo mundo quer. Muitos brasileiros ficaram pelo caminho e não podemos repetir os erros. Se passarmos, pensamos na final."

Experiente na competição devido ao título conquistado em 2013, com o Bayern, o lateral flamenguista falou a respeito do sentimento de jogar o Mundial de Clubes.

"É um título muito grande. Sabemos que é o máximo para clubes no mundo e representa muito também na América do Sul. Venci em 2013 pelo Bayern de Munique, europeu, e esperamos fazer um grande jogo para disputar a final. É um título com um valor muito grande. O Flamengo foi campeão em 81 e seria um presente muito grande coroar essa temporada com esse título. É gratificante disputar essa competição de novo. Tenho alguns títulos grandes na carreira e jogar o Mundial pelo Flamengo é um prazer enorme. É como se fosse a primeira vez."

Antes de ir para o reconhecimento do gramado, Rafinha também falou sobre o legado que Jorge Jesus está deixando não só ao Flamengo mas também ao futebol brasileiro.

"O Mister trouxe muitas coisas boas para o futebol brasileiro. Conseguiu impor o estilo europeu no futebol brasileiro. Temos muito a aprender com ele. O Mister tem grandes ideias e isso vai acrescentar muito não só a mim, mas ao futebol brasileiro."

Flamengo e Al-Hilal se enfrentam a partir das 14h30 (de Brasília) na próxima terça-feira (17), no Khalifa International Stadium, em Doha, no Catar. E você acompanha tudo sobre o Mundial de Clubes aqui, na VAVEL Brasil!

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo