Em corrente contra o racismo, clubes
brasileiros fazem homenagens para jogadores negros nas redes sociais
Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (1°), clubes brasileiros de futebol usaram as redes sociais para apoiar a luta contra o racismo. Eles lançaram uma corrente relembrando jogadores negros que vestiram a camisa e fizeram história nos clubes.

A corrente entre os clubes funciona da seguinte maneira: Um time é desafiado a citar jogadores negros que marcaram a sua trajetória. O clube ao responder a corrente, passa adiante para três clubes, que devem fazer o mesmo e usar a hashtag #vidasnegrasimportam.

O Vasco homenageou seu maior goleiro Moacir Barbosa.

Internacional

Corinthians

Diversos outros clubes aderiram à campanha. Os clubes de futebol têm apoiado campanhas antirracismo, logo após a morte de George Floyd, um negro que foi brutalmente assassinado por um policial na cidade de Minneapolis (EUA). A revolta pela morte de George tem levado multidões de pessoas em 15 estados e mais de 140 cidades norte americanas a protestarem nas ruas.

Entenda o caso de George Floyd

O americano George Floyd de 46 anos de idade, sofria de doença arterial coronariana e doença cardíaca hipertensiva, morreu asfixiado por um policial na cidade de Minneapolis, no estado americano de Minnesota.

O oficial da polícia americana ficou 8 minutos e 46 segundos pressionando o pescoço de Floyd com o joelho. Segundo a polícia local, George foi abordado com suspeitas de que teria saído de um mercado com notas falsas.

Imagens foram divulgadas da brutalidade, e logo após, o policial Derek Chauvin foi preso pelo crime, com isso, desde o início da semana, protestos pela morte de George vem ganhando força na cidade de Minneapolis e diversas personalidades também mostraram sua indignação através de suas redes sociais.

VAVEL Logo