#BrasileirãoNaVAVEL: Os veteranos cruciais do Brasileirão 2020
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

No dicionário da língua portuguesa, a palavra veterano significa “Que ou o que exerceu durante muito tempo uma atividade, ofício e profissão. Que ou aquele que tem muita experiência e prática em qualquer ramo de atividade”.

No futebol, uma das virtudes de um veterano também é a experiência. Apesar de alguns deles não contarem mais com o mesmo ritmo ou físico, se o técnico souber encaixá-lo dentro do time, tudo indica que será benéfico para o clube.

Vários veteranos no Campeonato Brasileiro ainda são cruciais e que ainda podem dar caldo para os clubes no Campeonato Brasileiro de 2020.

Paolo Guerrero, 36 (Internacional)

Foto: Ricardo Duarte/Internacional
Foto: Ricardo Duarte/Internacional

O experiente centroavante peruano, exibe um currículo invejável, entre eles o Mundial de 2012 e Brasileiro de 2015 pelo Corinthians, está atualmente no posto de centroavante titular do Internacional. Artilheiro da equipe gaúcha, Guerrero já demonstrou para o técnico argentino Eduardo Coudet, de que será útil para esta temporada. Não há uma sombra para deixá-lo intimidado e, mesmo assim, está jogando um bom futebol no colorado.

Andrés D'Alessandro, 39 (Internacional)

Ricardo Duarte/Internacional
Ricardo Duarte/Internacional

O meia experiente argentino, campeão da Libertadores de 2010 pelo Internacional, é um dos atletas idolatrados pela torcida colorada. D'Alessandro exibe uma história belíssima pela equipe gaúcha, e com a chegada do técnico argentino, Eduardo Coudet, será uma das armas bastante utilizadas nesta temporada.

Daniel Alves, 37 (São Paulo)

Foto: Rubens Chiri/sãopaulofc.net
Foto: Rubens Chiri/sãopaulofc.net

Uma coisa é certa, todos desta lista foram campeões em algum momento da carreira. No entanto, nada se compara ao lateral-direito e improvisado no meio-campo pelo técnico Fernando Diniz, o experiente Daniel Alves. Ano passado, em 2019, chegou ao 40º título na carreira. É o tipo de jogador que dispensa comentários, mas que ainda não se firmou no São Paulo. No entanto, com a experiência e habilidade de sobra, poderá ajudar bastante o Tricolor Paulista.

Filipe Luís, 34 (Flamengo)

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

O lateral-esquerdo do Flamengo, campeão do Brasileirão e também da Copa Libertadores, em 2019, além de ter conquistado diversos títulos na Europa jogando pelo Ajax, Chelsea e Atlético de Madrid, é um dos trunfos da equipe rubro-negra para essa temporada de 2020. Ao lado de craques e também de outros veteranos, Filipe Luís precisará provar para o técnico espanhol Domènec Torrent, que a lateral-esquerda ainda é o seu lugar.

Rafinha, 34 (Flamengo)

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

As laterais do Flamengo contam com bastante experiência, e para o lado direito, terá mais uma vez o experiente Rafinha. Um dos pilares da equipe nas conquistas recentes do clube, também terá que provar para o novo técnico que pode assumir novamente a titularidade. Por conta da idade, o espanhol Domènec Torrent, pode ter algum problema por causa do desgaste de jogos em sequência, mas sobra qualidade para os dois laterais do time.

Diego Alves, 35 (Flamengo)

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo
Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

O goleiro do Flamengo dispensa comentários. Com a bagagem da Europa, é mais um jogador que tem tudo para fazer mais uma boa temporada. Dono do gol e especialista em pegar pênaltis, Diego Alves tem tudo para acrescentar novamente no clube.

Diego, 35 (Flamengo)

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Mais um multicampeão jogando pela equipe rubro-negra, mesmo em baixa, é um jogador bastante importante para o Flamengo. No entanto, o experiente Diego poderá demonstrar para o novo técnico que pode ser titular da equipe. Qualidade é o que não falta, e Domènec Torrent poderá usar destes artifícios durante a temporada.

Nenê, 39 (Fluminense)

Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C
Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C

O experiente meia do Fluminense, ex-PSG, São Paulo e Vasco, que também pode ser improvisado no ataque dependendo do que o técnico Odair Hellmann quer para a equipe, é um dos jogadores que mais cuida da saúde e do físico. O ritmo pode não ser o mesmo, porém Nenê é crucial para o elenco tricolor que também conta com outros “trintões” na equipe que serão mencionados aqui.

Fred, 36 (Fluminense)

Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C
Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C

O multicampeão e atacante do Fluminense, retornou ao clube carioca há poucos meses com declarações de amor. Entre ele, está Nenê e Ganso, outros jogadores experientes que só tem a acrescentar para o time. Artilheiro e campeão do Brasileiro de 2010 e 2012 pelo Fluzão, o atacante Fred deseja encerrar a carreira no clube. Enquanto esse dia não chega, disputa o posto de centroavante com o jovem e também artilheiro da equipe, Evanílson.

Felipe Melo, 37 (Palmeiras)

Foto: Cesar Greco/Palmeiras
Foto: Cesar Greco/Palmeiras

O volante improvisado zagueiro do Palmeiras, é um dos jogadores mais importantes da equipe paulista. Com a confiança do técnico Vanderlei Luxemburgo, o jogador recebeu o posto de xerife da equipe. Mais um campeão por onde passou, Felipe Melo chegou ao Palmeiras em 2017 e, levantou a taça do Brasileirão no ano seguinte, em 2018. Os problemas físicos, porém, podem ser um problema para o ex-jogador da Seleção Brasileira.

Fernando Prass, 42 (Ceará)

Foto: William Roots/Ceará Divulgação
Foto: William Roots/Ceará Divulgação

Experiente goleiro do Ceará, Fernando Prass foi campeão pela maioria dos clubes por qual passou, por exemplo: Vasco, Palmeiras, Coritiba, Grêmio e Vila Nova. Em 8 de janeiro deste ano, o profissional assinou contrato de um ano com o Ceará, e mesmo com a idade acima dos 40 anos, o goleiro pode render bastante, não só pela experiência, como também com a grande intimidação que provoca nos adversários.

Rafael Sóbis, 35 (Ceará)

Foto: William Roots/Ceará Divulgação
Foto: William Roots/Ceará 

Campeão da Libertadores em 2006 e 2010. Campeão do Brasileiro de 2012 e campeão da Copa do Brasil em 2017, Rafael Sóbis também assinou contrato com o Ceará. Além de Fernando Prass, o clube poderá contar também com a experiência e habilidade do atacante gaúcho. A previsão é de que o goleiro seja mais escalado, de qualquer forma contará com dois grandes jogadores para o elenco.

Diego Souza, 35 (Grêmio)

Foto: Lucas Uebel/Grêmio
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O meia-atacante carioca, além de ter atuado pelos quatros clubes grandes do Rio de Janeiro, fez carreira também em diversos clubes ao redor do Brasil. Hoje, no Grêmio, Diego Souza é um dos artilheiros da equipe e provou que ainda pode ser bastante útil para a equipe gaúcha. Com o aval do técnico Renato Gaúcho, o atacante pode fazer uma boa temporada. Afinal, é um dos poucos jogadores que sabe utilizar a favor, o termo “lei do ex”.

Diego Tardelli, 35 (Atlético-MG)

Foto: Bruno Cantini/CAM
Foto: Bruno Cantini/CAM

Campeão da Libertadores em 2005, pelo São Paulo, e 2013, pelo Atlético-MG, o centroavante paulista, está em sua terceira passagem pelo clube mineiro. Comandado atualmente pelo técnico argentino Sampaoli, Tardelli terá mais uma chance de mostrar que tem lugar no time para agregar na temporada.

Carlos Sánchez, 35 (Santos)

Foto: Ivan Storti/Santos
Foto: Ivan Storti/Santos

O experiente meia uruguaio, campeão da Libertadores pelo River Plate, em 2015, é um dos poucos jogadores de destaque na atual equipe santista. Em 2019, fez uma belíssima temporada no comando do técnico argentino Sampaoli. Em 2020, comandado por Jesualdo, Carlos Sánchez terá a chance de provar que ainda pode tomar conta do meio-campo do Santos.

VAVEL Logo