Tudo aberto: após empate na ida, América-MG e Ferroviária decidem vaga na Copa do Brasil
(Foto: Estevão Germano / América)

Após 166 dias, América-MG e Ferroviária-SP se reencontram pela Copa do Brasil 2020. As equipes, invictas na competição, entram em campo nesta terça-feira (24), às 19h, na Arena Independência, em jogo de volta válido pela terceira fase do torneio milionário. No primeiro duelo, realizado antes da pandemia, em 11 de março, Coelho e Locomotiva protagonizaram um empate sem gols em Araraquara. 

O América-MG vem embalado, venceu o último confronto pela Série B de virada sobre o Oeste por 2 a 1, na última sexta-feira (21) e encerrou jejum de três jogos sem vencer; o resultado ainda consolidou o primeiro triunfo Alviverde em seus domínios. Por outro lado, a Locomotiva não entra em campo em uma partida oficial desde 29 de julho, quando foi eliminada pela Inter de Limeira no Troféu do Interior, um lapso de 25 dias.

O dono do apito é Marielson Alves Silva, que será auxiliado por Marcos Welb Rocha de Amorim e Jose Carlos Oliveira dos Santos. O trio de arbitragem é da Bahia.

Embalado, Coelho mira vitória e classificação

A sequência de jogos do Coelho pela Série B tem sido positiva para o Lisca observar o time, e ajustar as mudanças necessárias. Em contrapartida, o treinador americano já perdeu peças importantes por lesões devido ao ritmo de jogo. Pela Série B, são cinco jogos, duas vitórias, dois empates e uma derrota.

Até essa altura da Copa do Brasil, já entraram R$ 2,6 milhões nos cofres do Coelho em premiações, sendo R$ 540 mil na primeira fase, quando eliminou o Santos-AP, R$ 650 mil ao bater o Operário-PR, e avançar na competição. E mais R$ 1,5 milhão, por disputar a terceira fase. Se avançar à quarta fase do mata-mata milionário, o América embolsará mais R$ 2 milhões.

Na última segunda-feira (24), o Coelho apresentou o meia Guilherme, de 31 anos, ex-Cruzeiro e Atlético-MG, mas, o jogador ainda não teve o nome divulgado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e, por enquanto, não está regularizado para estrear.

Para o confronto, o técnico Lisca não poderá contar com o meia-atacante Felipe Azevedo, os atacantes Ademir e Felipe Augusto, que se recuperam de lesões. Lisca pode surpreender na escalação americana.

Provável escalação do América-MG: Matheus Cavichioli, Daniel Borges, Eduardo Bauermann, Messias e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho, Alê; Matheusinho, Léo Passos e Rodolfo.

Em busca da classificação histórica

A Ferroviária-SP faz sua melhor campanha na história da Copa do Brasil, sendo a primeira vez que o time do interior paulista chega à terceira fase. Em ritmo bem diferente do adversário, a Ferroviária teve apenas três jogos desde a retomada do futebol.

A Locomotiva conta ainda com mudanças. No comando técnico, a chegada de Dado Cavalcanti. No elenco, foram 11 contratações, além de Arthur Henrique e Léo Castro, que retornaram de empréstimos.

Para o confronto, o treinador da equipe não poderá contar com os volantes Nando Carandina e Dudu Vieira, e o atacante Branquinho, que estavam no Santo André, e já disputaram a Copa do Brasil 2020. Já o zagueiro Fabão e o meia-atacante Will Viana, que atuaram pelo Criciúma e Santo André, respectivamente, mas não entraram em campo, estão à disposição do técnico Dado Cavalcanti.

Provável escalação da Ferroviária-SP: Saulo, Lucas Mendes, Anderson Salles, Max, Bruno Recife; Dener, Tony, Felipe Matheus; Léo Castro, Hygor e Bruno Mezenga. 

VAVEL Logo