Brasil de Pelotas e Náutico se encontram para manter seus bons momentos 
Foto: Gustavo Pereira/Brasil de Pelotas

Pela Série B, do Brasileirão, o Brasil de Pelotas bateu o Cruzeiro na última quarta (2) e chegou à sua primeira vitória na competição. Entretanto, o Náutico teve, recentemente, sua segunda vitória seguida (sobre o Figueirense) e busca manter embalo contra o time gaúcho. As equipes se encontram hoje (5), às 21h, pela oitava rodada da Série B, no estádio Bento de Freitas. A partida contará com transmissão do Premiere. 

Brasil de Pelotas e Náutico jogam com estilos parecidos, de forma reativa, mas sofrem de diferença gritante em efetividade. O Timbu marcou oito vezes em sete jogos, tendo 2V; 4E; 1D, e ocupa a nona colocação com dez pontos. Já o Brasil de Pelotas marcou apenas quatro vezes em seis jogos e ocupa a 13ª posição com 1V; 3E; 2D (6 pontos).

Náutico e Xavante irão buscar sequência de vitória, e vêem este momento como essencial para o futuro dos clubes na Série B. Enquanto o Náutico de Gilson Kleina precisa convencer a torcida de que lutará na parte de cima da tabela, o Brasil de Pelotas de Hemerson Maria necessita diminuir a pressão da torcida por resultados.

Xavante pode se aproximar do G-4, mas também corre riscos

Com uma vitória sobre o Náutico, o Brasil de Pelotas poderia alcançar a 10ª posição e se aproximar do G-4, ficando apenas três pontos atrás do quarto colocado (Chapecoense). Além disso, o tão contestado ataque do Xavante pode voltar às graças do torcedor gaúcho.

Apesar da vitória sobre o Cruzeiro, o clube gaúcho ainda sofre o perigo de entrar no Z-4 nesta rodada. Para evitar a situação, apenas uma vitória interessa. O Brasil de Pelotas finalizou 2019 na 14ª posição e ficou há poucos pontos da zona de rebaixamento, com 44 pontos (cinco pontos à frente do primeiro do Z-4) e busca não repetir o péssimo desempenho em 2020.

Provável escalação do Brasil de Pelotas: Rodrigo Viana; Sávio, Reniê, Ricardo Silva e Fabiano; Mazinho, Jiménez (Pedro Ken), Tomas Bastos e Thomaz; Douglas Coutinho e Schumacher.

Náutico pode embalar quatro jogos invictos 

O Náutico pode embalar a quarta partida sem derrota. Após a chegada de Gilson Kleina o Timbu ainda não conheceu a derrota. Já são 3J; 1E; 2V, com direito à raça máxima no empate contra o Juventude e objetividade impecável nas partidas contra o Guarani e o Figueirense.

O Timbu pode chegar ao G-4 (mais facilmente) se vencer e vê a oportunidade como única, neste momento da competição

Provável escalação do Náutico: Jefferson, Hereda, Rafael Ribeiro, Fernando Lombardi, Erick Daltro, Rhaldney, Matheus Trindade, Jhonnatan, Jorge Henrique, Erick e Salatiel.  

VAVEL Logo