Meninos da Vila decidem, e Santos derrota Deportivo Lara pela Libertadores
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Com um time misto entre titular e meninos da base, o Santos venceu o Deportivo Lara por 2 a 1, na Vila Belmiro, pelo jogo de ida da pré-Libertadores 2021. Os gols da partida foram marcados por Vinícius Balieiro e Kaiky para o Alvinegro PraianoAnzola para o Rojinegro.

Em um primeiro tempo, sem grandes chances Ângelo é destaque

O Santos começou a partida apostando na juventude de Ângelo. Tanto que foram nas arrancadas do Menino da Vila, que o Peixe teve suas melhores chances.

E convenhamos, a equipe de Ariel Holan nem fez um bom primeiro tempo. Sem contar com o atacante Marinho, o Peixe tinha muita dificuldade. Mas Ângelo infernizou os marcadores do Deportivo Lara com dribles, velocidade e muita habilidade.

Aos 11 minutos veio a primeira e a melhor chance do Santos no primeiro tempo. Angêlo mandou para área, Marcos Leonardo completou, e o goleiro Curiel fez grande defesa.

Mas o primeiro tempo, de fato, terminou 0 a 0 com pouquíssimas chances de gols para as duas equipes.

Santos sai na frente, cede empate e Kaiky garante a vitória

Se a primeira etapa não teve grandes momentos, o segundo tempo começou de forma frenética. Aos quatro minutos, Sandry recebeu a bola na entrada da área, de uma puxadinha para tirar do marcador e tocou para Alison o volante cruzou rasteiro, Anzola tentou afastar, mas Vinícius Balieiro apareceu na sobra para abrir o placar para o Santos.

Mas nem deu tempo da equipe santista comemorar. Em bola alçada na área dos Santos, após cobrança de escanteio. O zagueiro Anzola apareceu sozinho na segunda trave, se antecipou a marcação e chutou de primeira para deixar tudo igual.

A partir daí, o Peixe voltou a sofrer sustos. E o técnico Ariel Holan percebeu, sacou Sandry para a entrada de Gabriel Pirani e aí a equipe voltou a ficar melhor na partida.

Mas aos 22 minutos, ainda viu o Deportivo Lara aumentar a vantagem, novamente com Anzola, que chutou no cantinho do gol defendido por João Paulo. A arbitragem, no entanto, marcava posição de impedimento e anulou o tento.

No lance seguinte, Ariel então tirou Marcos Leonardo e colocou Jean Mota, e foi justamente nessa substituição que resultou o gol da vitória santista.

Jean Mota cobrou escanteio na marca do pênalti, e Kaiky subiu bem para cabecear no cantinho do gol de Curiel, que não conseguiu chegar na bola para defender. 

Aos 40 minutos, Lucas Braga tentou marcar o terceiro, mas Curiel fez boa defesa. Três minutos depois, Jean Mota mandou cruzamento para a área e o goleiro espalmou. Aos 49, Gabriel Pirani ainda tentou anotar o terceiro, mas não teve sucesso. Placar final: 2 a 1. Fim de papo!

E agora?

Agora o Santos volta a campo na próxima terça-feira (16), na Venezuela, pelo jogo de volta diante do Deportivo Lara, às 19h15 (de Brasília)

Antes, a equipe comandada por Ariel Holan, recebe o Ituano, na Vila Belmiro, no sábado (13), às 19h, pela quarta rodada do Campeonato Paulista.

 

VAVEL Logo