João Martins elogia equipe e atuações individuais em vitória contra São Caetano: "Fomos intensos, conseguimos criar boa jogadas"
João Martins após Palmeiras 3 a 0 São Caetano (TV Palmeiras/FAM / Reprodução)

O Palmeiras venceu, sem dificuldades o São Caetano, em jogo adiado da primeira rodada do Campeonato Paulista 2020. Nesta quinta-feira (11), o Verdão fez três gols no primeiro tempo e fez 3 a 0 no Azulão no Allianz Parque.

Sem diversos atletas titulares, que ganharam folga no início da temporada 2021, João Martins, auxiliar técnico de Abel Ferreira (que foi para Portugal, também de férias), falou à imprensa sobre o que o clube pensa sobre o Paulistão e, também, sobre a atuação da equipe.

Ao falar sobre o Paulistão 2021, o (hoje) treinador deixou claro que tal competição deve ser encarada como uma espécie de vitrine pelos jovens jogadores. "É uma boa oportunidade. Esse campeonato dá essa margem, conseguimos dar oportunidades para esses jovens atletas, que têm muita qualidade. Vemos essa competição como uma oportunidade desses jovens mostrarem a qualidade. E se é para ajudar os clubes pequenos, melhor ainda, já estivemos lá e sabemos das dificuldades. Mas essa competição é para dar oportunidade a todos, para mostrarem o que valem para continuar no Palmeiras", destacou.

Apesar da impressão de que o São Caetano não ofereceu resistência suficiente, João Martins fez questão de destacar que quem facilitou a partida foi a própria equipe. "Sobre essa questão de espaço e tempo, é a nossa forma de jogar que proporciona isso. Isso faz com que o espaço apareça. Fomos intensos nesse aspecto, conseguimos criar boas jogadas, parecendo que tinha muito espaço, mas fomos nós que criamos", comentou.

Atuações individuais

Alguns atletas também foram motivos de perguntas na entrevista coletiva, a começar pelo centroavante do time. "O Breno Lopes já jogou um jogo no Brasileiro de centroavante, e acho que fez um gol. É mais uma opção, das muitas que temos, mas tem muito rendimento na ponta. Hoje decidimos ter um centroavante mais versátil, que pudesse dar mais apoio, foi muito bem", comentou.

Atleta mais experiente titular na última quinta-feira após recusar a folga aos titulares, o camisa 20 também foi elogiado. "Todos os jogadores tiveram a oportunidade de escolher. Fizemos dois grupos de trabalho. O Lucas Lima entrava no segundo grupo, que podia sair de férias, mas decidiu pelo bem da sua carreira abdicar desse descanso e aproveitar as oportunidades. Nós aceitamos a opinião dele, e está aqui para nos ajudar", pontuou.

Por fim, o técnico também falou sobre o arqueiro que atuou pelo Verdão contra a equipe do Grande ABC. "Não. A questão não é primeiro ou segundo. Eu falei para o Vinicius Silvestre o que falamos para os outros, só com o oportunidades conseguimos ver o potencial de cada um, só faltava sua avaliação no teste final, no jogo. Só provou as notas positivas, gostamos muito do seu desempenho", finalizou.

VAVEL Logo