Dado Cavalcanti valoriza classificação do Bahia, mas diz que ainda pode melhorar
Foto: Felipe Oliveira / Bahia

O Bahia se classificou para a terceira fase da Copa do Brasil após golear o Manaus por 4 a 1 na noite desta quarta-feira (07) no Pituaçu. Rodriguinho, Thaciano, Conti e Rossi marcaram para o Tricolor, enquanto Vanílson descontou para os manauaras.

Após a partida, o treinador Dado Cavalcanti elogiou a postura de sua equipe, mas ressaltou que o time não pode desacelerar a partida, mesmo com a vantagem:

“Nós começamos o jogo muito bem, entramos muito fortes. Aconteceu o que estávamos buscando no jogo em casa, muita agressividade, velocidade alta e fizemos logo dois gols. Mas tiramos um pouco o pé após essa vantagem e não podemos desacelerar a partida desse jeito. Temos que corrigir isso, faltou concentração. Discordo apenas que a classificação foi colocada em risco. Não chegou a esse ponto. Nossa equipe tem margem para evoluir, talvez um pouco mais de agressividade defensiva. Enfrentamos um adversário bem treinado e tivemos controle do jogo. É isso que se espera do Bahia, uma equipe que proponha o jogo.”

Dado foi questionado sobre os bons resultados conquistados em casa e as dificuldades encontradas fora:

“Estamos sobrando em casa e isso não acontece fora. Não descaracterizo rendimento. Jogo passado perdemos, mas fizemos jogo igual, não fomos inferiores. Precisamos buscar um equilíbrio e estamos trabalhando para isso. Mas essa condição só será corroborada com uma sequência de resultados positivos. Conseguimos passar de fase e isso é um fato que deve ser valorizado. E vamos buscar sequência de bons resultados dentro e fora de casa para ganharmos força nesses momentos.”

Dado discordou que erros defensivos estejam sendo recorrentes:

“Os erros defensivos vão acontecer independente do contexto da equipe. Sempre vamos encontrar os erros, ficam mais visíveis e temos que trabalhar para não errarmos mais. Mas já equacionamos alguns desses. Sobre a bola aérea, sofremos um pouquinho, mas da quantidade de vezes que essa bola foi alçada e a quantidade de vezes que tiramos, talvez a diferença não seja tão grande. Eles focaram muito nesse lance que era o seu ponto forte. Com Conti e Luiz Otávio temos altura maior, mas não só eles fazem parte do sistema defensivo. Faltou preenchimento de área, o funil da entrada da área que estava um pouco desguarnecida. Mas temos melhorado e errado menos, o que é muito importante.”

Se a base do time é a mesma para enfrentar o ABC pela Copa do Nordeste, Dado disse:

"São apenas dois dias de recuperação de um jogo para outro. Pouco tempo para treinar, não dá para fazer mudanças drásticas na equipe. Ajustes precisam ser feitos, tem margem para evolução e vamos trabalhar para melhorar. Individualmente pode se fazer ajustes, pegando alguns lances para tentar refinar e ajustar”, finalizou.

O Bahia volta a campo no próximo sábado, às 16h, contra o ABC no Pituaçu pela última rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste. Pelo Campeonato Baiano, o próximo compromisso é contra o Bahia de Feira de Santana, no dia 18 de abril, também no estádio Pituaçu.

VAVEL Logo