Agora ou nunca: Santos precisa de fé e bola no pé para classificar na Libertadores
Foto: Ivan Sartori / Santos FC

O Santos entra em campo nesta quarta-feira (26), diante do Barcelona de Guayaquil com uma missão quase impossível. O Peixe precisa vencer se quiser se classificar para as oitavas de final da Libertadores, mas não só isso. É preciso torcer contra o Boca Juniors na Bombonera para avançar ao mata-mata.

  • A fase de grupos

A história do Santos na Libertadores não começou bem. O time foi derrotado, em casa, para o mesmo Barcelona que enfrenta hoje, por 2 a 0. Um jogo onde esteve abaixo do que podia apresentar e com uma noite para esquecer. Na rodada seguinte um novo revés, novamente 2 a 0, mas dessa vez para o Boca Juniors, na Bombonera.

Somente na terceira rodada é que veio o princípio de uma reação: goleada sobre o The Strongest, seguida de uma vitória contra o Boca, ambas em casa. O cenário perfeito para uma virada de chave. Bastava vencer novamente o The Strongest, só que na Bolívia, para ficar a um passo da classificação. Mas os três pontos não vieram. Ao invés disso, o time se complicou mais ainda e não depende mais de seus esforços para se classificar.

  • Missão quase impossível

Para se classificar, o Santos precisa vencer e torcer para que o Boca Juniors tropece, em casa, diante do The Strongest. Tarefa difícil, já que os argentinos não são batidos facilmente em casa e os bolivianos não venceram nenhuma partida longe de seus domínios. Resta secar.

Além de vencer, é preciso convencer. O time comandado pelo recém-chegado, Fernando Diniz, ainda não deu mostras do que pode fazer na temporada. Amargou uma eliminação precoce no Campeonato Paulista, ainda antes da chegada do novo treinador, e pode cair cedo da Libertadores e ter que se contentar com a disputa pela Copa Sul-Americana. Um cenário desastroso para o começo de temporada do Alvinegro Praiano.

  • Desfalques e prováveis escalações

Para tentar enxergar a luz no fim do túnel, Diniz deve mandar a campo a seguinte equipe: João Paulo, Pará, Kaiky Fernandes, Luan Peres e Felipe Jonatan; Vinícius Balieiro, Ivonei e Gabriel Pirani; Ângelo, Kaio Jorge e Lucas Braga. Alison e Jean Mota (suspensos), Marinho, Sandry, Jobson, Raniel e Carlos Sánchez (lesionados) são desfalques e não enfrentam o Barcelona-EQU.

Do lado equatoriano, Mario Pineida e Bruno Piñatares estão suspensos. A escalação deve ter então: Javier Burrai; Byron Castillo, Fernando León, Williams Riveros, Leonel Quiñónez; Michael Carcelén, Nixon Molina, Emmanuel Martínez, Michael Hoyos; Damián Díaz e Carlos Garcés.

A bola rola às 21h30 (de Brasília), no Estadio Monumental Isidro Romero Carbo, em Quayaquil (EQU) e será válida pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. A transmissão ficará por conta da Fox Sports, canal por assinatura. Você acompanha, torce e seca aqui no Tempo Real do jogo aqui pela Vavel Brasil.

VAVEL Logo