Tiago Nunes relaciona desempenho do Grêmio à condição do gramado contra o Brasiliense
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O Grêmio não saiu do 0 a 0 com o Brasiliense na tarde desta quinta-feira, em duelo válido pela volta da Copa do Brasil. Apesar disso, a equipe gaúcha garantiu vaga na próxima fase da competição. Após o duelo, o técnico Tiago Nunes avaliou o que viu em campo, principalmente as condições do gramado.

"As dificuldades passaram pelas condições técnicas do gramado. A gente enfrentou um adversário com jogadores experientes, com porte físico grande, que apostavam muito na ligação direta e  bola parada. Tivemos que nos adaptar a um gramado com péssimas condições, sem condições de fazer um jogo de maior qualidade. Em partida de mata-mata qualquer bola longa, qualquer bola parada se torna chance de gol, então nosso time competiu bem, entendeu que não tinha como fazer um jogo técnico, mas conseguiu ter imposição física e emocional para sustentar o jogo e valorizar a classificação."

O técnico gremista destacou que as condições encontradas eram bem diferentes da realidade do dia a dia do Tricolor. De acordo com ele, apesar disso a equipe se comportou bem no duelo.

"O jogo no geral fica com a qualidade comprometida quando se tem um gramado nessa condição. Nossa semana de treino em Porto Alegre, com bom gramado e tempo mais úmido não tinha nada a ver com o que enfrentamos aqui, não tínhamos como reproduzir o que íamos enfrentar aqui, a não ser contar com a experiência de jogadores que já passaram por essas circunstâncias. Tô muito satisfeito com o espirito de luta, tendo em vista as condições que enfrentamos além do adversário."

Questionado sobre Jean Pyerre, Tiago Nunes afirmou que o atleta colabora com a equipe em diversos aspectos mesmo sem grandes jogadas. O comandante tricolor voltou, também, a criticar o gramado.

"As vezes pode ser fundamental em outros aspectos, sem jogada plástica. O Jean tem uns movimentos interessantes, uma qualidade de passe, lógico que seu futebol ficou muito prejudicado em função do gramado, mas ele competiu, se esforçou, marcou muito, tentou fazer o melhor que pode."

O técnico ainda defendeu a presença de Thiago Santos e Lucas Silva juntos em campo. Para ele, as características se complementam.

"São jogadores que se complementam muitas vezes. Já fizeram outros jogos juntos e foram muito bem."

Sobre a estreia de Douglas Costa, Tiago Nunes afirmou que ainda está sendo avaliada. 

"Estamos trabalhando com ele diariamente, inserindo aos poucos nos trabalhos. A cada dia temos uma avaliação nova, amanhã vamos sentar e conversar para ver se ele vai estar disponível ou não para as próximas partidas."

VAVEL Logo