Eduardo Baptista lamenta derrota, mas ressalta qualidade do adversário
Fernando Alves / E.C. Juventude

Neste sábado (21), o Juventude recebeu o Palmeiras no Estádio Alfredo Jaconi pela sétima rodada do Brasileirão. O time caxiense perdeu por 3 a 0, o que acabou com a invencibilidade que vinha de três jogos no campeonato.

Em coletiva de imprensa, Eduardo Baptista, técnico do time Jaconero, comentou sobre as chances do Juventude de poder ampliar o placar, mas acabaram não conseguindo finalizar jogadas:  "Foi o jogo da eficiência. As chances que o Palmeiras teve, a gente também teve. Tentamos congestionar o meio de campo para poder marcar, pois nós sabíamos que eles tinham um meio muito forte. Conseguimos chegar por onde tínhamos projetado, que era pelos lados, mas acabamos pecando no último cruzamento ou na última finalização - ressaltou o treinador".

Após o segundo gol palmeirense, Baptista notou que não tinha nenhuma alteração de velocidade, o time tinha de esperar.

"A gente tentou de tudo, mas é mérito do Palmeiras. Tomamos três gols que poderiam ser evitados, mas total mérito deles. Quando levou perigo, transformou em gols", comentou o técnico.

Com Paulo Miranda, Chico Kim, Paulinho Moccelin, Capixaba e Edinho fora, o técnico teve de fazer mágica no jogo, mas infelizmente não foi possível devido à pequena questão tática: "Na hora que começa a mexer, sentimos bastante a dificuldade", relatou.

O treinador acredita que será possível melhorar e montar uma equipe forte no próximo jogo contra o Fortaleza, tendo em vista que o adversário tem dois campeonatos em foco.

VAVEL Logo