Vitor Pereira lamenta erros de jovens e critica conduta da arbitragem: "Não geriu bem a situação"
Foto: Divulgação 

O Corinthians saiu da Arena da Baixada com apenas um ponto na bagagem após o empate em 1 a 1 com o Athlético-PR, nesta quarta-feira (15), em mais uma rodada de Brasileirão. Após a partida, o técnico Vitor Pereira fez uma análise e reconheceu a luta da sua equipe.

Gramado sintético e apenas um ponto

"O jogo foi fraco no gramado sintético. Eles estão mais habituados que nós.  Poderíamos ter saído daqui com os três pontos e dói sair daqui apenas com um ponto.  A equipe lutou para ganhar."

Expulsão de Roni e conduta de Vuaden

"Já aconteceu uma outra vez contra o Boca.  Na minha opinião, o árbitro não geriu bem a situação. O que eu disse pro Roni é que o jogador entra no segundo tempo tem que entrar tranquilo e eu vou conversar com todos os jogadores. "

Sem Fágner, machucado com uma entorse e sem condições de jogar 90 minutos, o comandante português explicou a escolha pela a utilização de Mantuan na lateral direita.

"Mantuan, fresco, dá profundidade naquilo que eu gosto. Sentiu dificuldades na parte defensiva e corrigimos no intervalo. Ele tá mais acostumado a pressionar alto e fechar o corredor. O Rafael Ramos não fazia jogo completo há muito tempo e a lesão do Fágner foi muito mais grave do que imaginávamos. Este terreno é difícil para jogadores que estão retornando de lesão", explicou o treinador.

Com o empate, o Corinthians desperdiçou a chance de dormir na liderança do Campeonato Brasileiro e segue na segunda colocação com 22 pontos. A equipe volta a campo no próximo domingo (19), às 16h, diante do Goiás, na Neo Química Arena.

VAVEL Logo