Renato Portaluppi reforça confiança no acesso após empate do Grêmio contra Bahia
Lucas Uebel  | Grêmio

Na tarde deste domingo (16), Grêmio empatou com o Bahia, em 1 a 1. Após o jogo, o técnico Renato Portaluppi reconheceu que o Grêmio teve dificuldades em campo, mas valorizou o ponto conquistado e frisou a dedicação em busca da vaga na Série A do ano que vem.

"O Grêmio tem folha de pagamento da Série A e por isso precisa dar resultado. Não falta empenho. Não gostei da atuação contra o Novorizontino e os últimos minutos contra o Londrina, mas não adianta folha de pagamento. Isso não ganha jogo. Importa dedicação. A segunda divisão está muito parelha".

"Falei quando cheguei. O Grêmio vai subir, mas vai sofrer. Já poderíamos subir, concordo. Vamos sofrer mais, mas no final o casamento vai sair," completou Renato.

Reação da torcida

O técnico também reconheceu que o time esteve nervoso em determinados momentos da partida, o que gerou incômodo nas arquibancadas. Segundo treinador, a ansiedade para tentar resolver o jogo rápido foi um dos assuntos abordados durante a semana de preparação.

"Mais calma que peço a eles impossível. Sei que a ansiedade chega. Tanto ao grupo quanto o torcedor. Procuramos corrigir os erros. Até falei durante a partida que demos espaço ao Bahia. Eles criaram, mas precisávamos mais tranquilidade. Erramos passes, tomamos decisões erradas. Isso irritou em alguns minutos o torcedor. É normal pela ansiedade em querer acertar."

Sequência da Série B

Com o resultado, o Grêmio soma 58 pontos e está em segundo lugar na Série B, cinco a mais que o Sport, o primeiro fora do G-4. Na próxima rodada, o time de Renato Gaúcho enfrenta o Náutico, no domingo (23), às 16h, nos Aflitos.

VAVEL Logo