Mortal no segundo tempo, Corinthians vira sobre Fluminense e conquista heptacampeonato

Primeira vitória de virada no Campeonato Brasileiro sacramentou título alvinegro; Jô e Jadson marcaram os gols da vitória corinthiana

Mortal no segundo tempo, Corinthians vira sobre Fluminense e conquista heptacampeonato
Foto: Divulgação/Corinthians
Corinthians
3 1
Fluminense
Corinthians: – Caíque França; Fágner, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Camacho (Jadson, min. 46), Ángel Romero, Rodriguinho e Clayson (Maycon, min. 83); Jô (Danilo, min. 94). Técnico: Fábio Carille.
Fluminense: Diego Cavalieri; Lucas, Reginaldo, Henrique e Léo; Marlon Freitas (Pedro, min. 78), Wendel, Gustavo Scarpa, Sornoza (Matheus Alessandro, min. 64) e Marcos Júnior (Peu, min. 72); Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.
Placar: 0-1, Henrique, min. 1. 1-1, Jô, min. 46. 2-1, Jô, min. 48. 3-1, Jadson, min. 84.
ÁRBITRO: Bráulio da Silva Machado (SC), auxiliado por Kléber Lúcio Gil (Fifa/SC) e Neuza Inês Back (Fifa/SC) | Cartões amarelos: Léo (FLU, min. 45), Henrique Dourado (FLU, min. 46), Reginaldo (FLU, min. 56), Gabriel (CP, min. 69), Pedro (FLU, min. 79), Henrique (FLU, min. 79), Lucas (FLU, min. 97)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2017, disputada na noite desta quarta-feira (15), na Arena Corinthians. Corinthians heptacampeão brasileiro

O maior vencedor do Campeonato Brasileiro em sua era moderna. O campeão da década. O campeão do século. O campeão dos campeões. Enfim, o torcedor corinthiano pode comemorar sem ter medo de zicar, de errar ou de ter o receio de que alguém pode estragar a festa. O dia 15 de novembro de 2017 está na história. O Corinthians é heptacampeão do Campeonato Brasileiro (1990-1998-1999-2005-2011-2015-2017).

O resultado necessário veio em poucos minutos, mas não sem sofrimento e nervosismo. O Fluminense saiu na frente do placar logo no primeiro minuto de jogo, mas mostrou porque é a referência ofensiva do time, virou o jogo nos primeiros minutos da etapa complementar e garantiu a virada por 3 a 1, a primeira da competição nacional, a que veio no momento certo. A Arena Corinthians pulsou, vibrou, cantou e festejou na noite desta quarta-feira (15), em jogo válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com a vitória, o Timão atingiu os 71 pontos e não pode ser alcançado por mais nenhuma equipe nesta edição da Série A 2017. Por outro lado, o Tricolor das Laranjeiras não conseguiu se livrar completamente da zona de rebaixamento e soma 43 pontos, na 14ª colocação. A próxima rodada da competição nacional vai ser realizada neste fim de semana. O Corinthians encara o Flamengo no Estádio Luso-Brasileiro, a Ilha do Urubu, às 17 horas do domingo (19). Por sua vez, o Fluminense encara a Ponte Preta às 17 horas da segunda-feira (20), no Maracanã.

Foto: Miguel Schincariol|AFP|Getty Images
Foto: Miguel Schincariol|AFP|Getty Images

Fluminense aproveita calo corinthiano e segura vantagem

O problema do Corinthians em todo o Campeonato Brasileiro 2017 foi a quantidade de gols sofridos por bolas alçadas na área. O Fluminense aproveitou o primeiro lance do tipo para abrir vantagem. Logo no minuto inicial, Marcos Júnior cobrou escanteio e Henrique testou sozinho para movimentar o placar na Arena. O gol proporcionou aos donos da casa instabilidade, ansiedade, nervosismo e a mudança de estratégia.

O time precisava do controle da bola dos pés, trocar passes e passar pela forte marcação adversária. Apesar de ter maior posse, as oportunidades eram poucas por causa da boa montagem do sistema defensivo. Fagner cobrou escanteio e Pablo cabeceou com perigo por cima da meta de Cavalieri. O lado direito era o mais usado. Ángel Romero foi acionado inúmeras vezes como saída de velocidade.

O Tricolor das Laranjeiras surpreendia nos contra-ataques e teve também os momentos de ampliar. Henrique Dourado apareceu bem pelo lado esquerdo, passou pela marcação de Pablo e levantou na área. Gustavo Scarpa apareceu na área e cabeceou. Guilherme Arana salvou o Timão. Praticamente só o Corinthians ficava com a bola, mas a dificuldade de converter a posse de bola em finalizações era muito evidente. Quase o empate veio em uma das poucas brechas encontradas na defesa do Fluminense. Romero acionou Fagner e bateu cruzado com força, mas Jô não conseguiu empurrar para o gol vazio.

Foto: Miguel Schincariol|AFP|Getty Images
Foto: Miguel Schincariol|AFP|Getty Images

Jô vira em dois minutos e faz a festa da Fiel

O Corinthians não conseguia virar um jogo e sair vencedor de uma partida até esta noite. A entrada de Jadson no intervalo deixou o time mais solto. Empurrado pela Fiel e pela necessidade da vitória para comemorar o título, mostrou porque é o artilheiro do Campeonato Brasileiro e foi tão decisivo na campanha alvinegra. Logo no primeiro minuto, Jô recebeu na direita e abriu para Clayson. O camisa 25 esperou o centroavante se posicionar na área para cruzar e cabecear. Dois minutos depois, jogada iniciada pelo chutão do goleiro Caíque França resultou em desvio de Jô e chute de Clayson. A bola bateu no travessão e o artilheiro da Série A pegou o rebote para virar o jogo.

A virada ultrarrápida mudou o panorama da partida. O jogo ficou aberto e o quadro se inverteu. Enquanto o Corinthians passou a ficar um pouco mais precavido à espera do contra-ataque, o Fluminense passou a rondar a área alvinegra com mais perigo e arriscar oportunidades de longe. Primeiro, Wendel passou pela marcação de Rodriguinho e chutou com perigo, por cima da meta. Depois foi a vez de Gustavo Scarpa arriscar um chute colocado e assustar o goleiro Caíque França.

O Timão respondeu com perigo. Quando chegava, era um desespero na defesa tricolor para evitar que o triunfo fosse sacramentado pela equipe paulista. Jô recebeu, mas não conseguiu conectar cruzamento. Na sobra, Rodriguinho emendou um chute forte de canhota e Diego Cavalieri espalmou. Enquanto Abel Braga colocou vários jogadores no ataque do Fluminense, o Corinthians aproveitava o momento de perdição para dominar o jogo, ter a partida sob controle e garantir o título.  Aos 39 minutos, Jadson chutou cruzado, na diagonal, e estufou as redes de Diego Cavalieri. Não tinha mais espaço para nada. Os sinalizadores da torcida interromperam o jogo por alguns minutos. A euforia ficou incontrolável. O Corinthians é heptacampeão brasileiro, para a festa da enorme e fiel torcida.

Foto: Miguel Schincariol|AFP|Getty Images
Foto: Miguel Schincariol|AFP|Getty Images