Juan lamenta vice-campeonato da Copa Sul-Americana: "Perder título em casa é difícil"

Mais experiente do time rubro-negro, zagueiro demonstra frustração por não conquistar título de competição internacional

Juan lamenta vice-campeonato da Copa Sul-Americana: "Perder título em casa é difícil"
Defensor flamenguista comenta ainda empenho apresentado pela equipe no confronto (Foto: Buda Mendes/Getty Images)

Mesmo com a data sendo favorável, o Flamengo fracassou diante de seus torcedores na noite desta quarta-feira (13) e encerrou 2017 como vice-campeão da Copa Sul-Americana 2017 para o Independiente. O empate por 1 a 1 deixou não só a torcida no Maracanã triste, mas os atletas também.

Um deles foi o mais experiente do time, o zagueiro Juan, que renovou contrato até o fim de 2018. Frustrado com o resultado, o defensor se mostrou bastante decepcionado com boas apresentações ao longo de todo a competição não terem sido coroadas com o título, ressaltando o empenho até após os argentinos deixarem tudo igual.

"Frustração da torcida é a mesma que a nossa e nós entendemos isso. Perder um título em casa é difícil, pois tentamos de todas as formas. É um pecado por tudo que a gente fez na Sul-Americana. O empate nos deixou chateados e esfriou nosso jogo, já que nós pressionamos e não conseguimos furar o bloqueio deles", afirmou à Fox Sports, exaltando a vontade em campo.

"A gente tava bem no jogo e eles não estavam chegando ao ataque. O empenho foi recompensado com um gol, já que tivemos algumas boas oportunidades para marcar. Eles, entretanto, chegaram ao empate em uma bola esporádica que não sei o que realmente foi. Com isso, só se fecharam e não conseguimos ter sucesso", completou.

Os rubro-negros agora aumentam jejum das conquistas internacionais para 16 anos, já que a última foi na extinta Copa Mercosul em 2001. Os cariocas quebraram o recorde de público no Brasil neste ano, contudo encerram com somente o Estadual no currículo, sendo vice também na Copa do Brasil, conforme citou Juan.

"Dói bastante, pois a torcida veio, fez essa festa, apoiou até o final, mas as coisas não aconteceram. Mais uma final que a gente batalhou até o fim e o título não veio. É tirar de aprendizado para conquistar títulos e poder fazer a alegria dessa nação em 2018", declarou à SporTV depois do apito final.