Brasil de Pelotas quebra tabu de 21 anos e vence Internacional pelo Campeonato Gaúcho

Última vitória Xavante em cima do time da capital foi há duas décadas

Brasil de Pelotas quebra tabu de 21 anos e vence Internacional pelo Campeonato Gaúcho
(Foto: Jonathan Silva / G. E. Brasil)
Brasil de Pelotas
1 0
Internacional

Neste domingo (04), o Internacional visitou o Brasil de Pelotas no estádio Bento Freitas com o time reserva. A equipe Colorada não fez uma boa partida, teve um jogador expulso e não aproveitou as pouquíssimas oportunidades criadas nos 90 minutos. O Xavante conseguiu quebrar um tabu de 21 anos e venceu o time da capital com gol de Itaqui, ainda na primeira etapa.

A derrota do Internacional combinada com o empate entre Caxias e São José, no estádio Centenário, deixa o time de Odair Hellmann na quarta colocação do Campeonato Gaúcho, com nove pontos. Já o Brasil de Pelotas permanece na segunda colocação, com os mesmos 13 pontos do Caxias, líder. Na próxima rodada o Xavante encara o Grêmio na Arena. A partida está marcada para quarta-feira (7), às 21h45. Já o Inter volta a campo na quinta-feira (8), no Beira Rio contra o São José. A bola rola a partir das 20h30.

Primeiro tempo equilibrado e com gol do time da casa

O primeiro tempo de jogo foi bem movimentado. O Brasil de Pelotas, com o apoio da torcida, começou em cima, pressionando. Logo no primeiro minuto obrigou o goleiro do Inter trabalhar em chute de Éder Sciola, mas o colorado conseguiu aguentar a pressão. Até criou uma chance com Roger aos 20 minutos. Após cruzamento na área, a bola sobrou com o centroavante que arriscou o chute, mas sem sucesso. Marcelo Pitol defendeu com os pés.

+Notas: Ruan é expulso, Odair Hellmann vai mal e não consegue ajustar Internacional

Depois da expulsão de Ruan, aos 33 minutos, as coisas ficaram ainda mais difíceis para o lado vermelho. Aos 38 minutos a bola foi lançada para Toty. O camisa 7 dividiu com o zagueiro e caiu no gramado. Na sequência da jogada a bola sobrou nos pés de Itaqui. O volante arriscou direto e abriu o placar para o Xavante.

Odair Hellmann não mexe bem na equipe e Brasil-RS administra a vitória

O segundo tempo iniciou, mas as atitudes eram as mesmas do primeiro. O Inter criando pouco e o Brasil-RS superior na partida. Porém, o Xavante pecava na hora da finalização. A principal chance do time da casa foi aos 20 minutos. Itaqui cobrou falta de longe e quase marcou o segundo. Marcelo Lomba se esticou todo e salvou o Colorado.

O Inter não conseguia chegar no ataque. A equipe de Odair Hellmann não criava chances reais na partida. Marcelo Lomba fez algumas intervenções, mas nada que levasse perigo ao colorado. Aos 44 minutos, Leandro Camilo escorregou, perdeu a posse de bola e acabou fazendo falta em Charles. Ele já tinha cartão amarelo, recebeu o segundo e consequentemente o vermelho, deixando as duas equipes com 10 jogadores na partida.