Charles Leclerc lidera primeiros treinos livres no GP da Espanha
Divulgação/Fórmula 1

Piloto da FerrariCharles Leclerc dominou o primeiro e o segundo treino livre do Grande Prêmio da Espanha na Fórmula 1 2022. Com as equipes testando componentes, o monegasco fez um tempo de 1'19"828 na manhã e na parte da tarde ele marcou 1'19"670 sendo o mais rápido nos dois testes, o seu grande rival na luta pelo título Max Verstappen (Red Bull) foi apenas o quinto com 1'20'006. Quem teve uma pilotagem promissora foram as Mercedes, que completaram o trio da frente com George Russell em segundo e Lewis Hamilton no terceiro lugar.

Leclerc voa no primeiro treino livre

O treino inicial foi marcado com a disputa entre os dois pilotos protagonistas no campeonato, Leclerc e Verstappen. O neerlandês começou com o tempo mais rápido e foi superado logo depois pelo monegasco, os dois usaram os pneus mais duros. A dupla rival retomou o mesmo ritmo nos compostos macios com o ferrarista melhor sobre o piloto da Red Bull, terminando em primeiro e segundo, respectivamente. 

Na parte de trás, as Mercedes marcaram o tempo que deu uma certa expectativa de melhora para a escuderia. Com as novas atualizações na asa dianteira e no assoalho, as Flechas de Prata fecharam com o George Russell em quarto e Lewis Hamilton na sexta posição. O treino ainda contou com a volta de Robert Kubica na Alfa Romeo e o estreante Jüri Vips na Red Bull. 

Leclerc mantém ponta na segunda sessão e Mercedes evoluem

Max Verstappen começou comandando as ações no último teste do dia ao superar Sebastian Vettel, da Aston Martin, e ficou bastante tempo na ponta até as equipes colocarem os pneus mais macios. Depois disso foi superado pelo Carlos Sainz e por Leclerc, com os compostos vermelhos, que até aqui funcionou perfeitamente na equipe de Maranello.

Foi então que apareceram as Mercedes, eles ultrapassaram o piloto da Red Bull que caiu para o quinto lugar. Russell anotou 1'19"787, seguido do seu companheiro de equipe, Hamilton que fez 1'19"874, tempos que dão esperança para os octacampeões de construtores. A sessão ainda foi marcada por uma bandeira amarela, causada pelo finlandês Valtteri Bottas (Alfa Romeo). O motor de seu carro explodiu e o piloto teve que abandonar na curva 2 do Circuito de Barcelona.

Próximas sessões

Os pilotos voltam ao cockpit neste sábado (21). Às 8 da manhã, será realizado a terceira e última sessão de treinos livres. Em seguida, às 11 horas, será definido do grid de largada com o treino classificatório. A corrida será realizada na manhã do domingo (22), às 10 horas da manhã, no Circuito de Barcelona-Catalunha, em Montmeló/ESP.

VAVEL Logo