Grande
mudança à vista: Fórmula 1 promete ser ainda mais competitiva
Expectativa alta para a temporada 2022 da Fórmula 1. (Foto: Reprodução / F1)

Apenas dez dias após o fim da emocionante temporada 2021 da Fórmula 1, que coroou Max Verstappen como campeão mundial, os olhos se voltam para o próximo ano. Teremos grandes mudanças? Mercedes e Red Bull continuarão duelando pelo título? Entenda o que vai mudar na categoria e o que esperar de cada equipe.

Regulamento

O regulamento da Fórmula 1 para a temporada 2022 sofreu mudanças que poderão ser observadas visualmente e em termos de performance na pista. Com essas alterações a categoria promete ter mais ultrapassagens e deixar as corridas mais emocionantes.

Bicos longos, curvaturas no aerofólio traseiro e dianteiro, a aerodinâmica dos veículos sofrerá grandes alterações, de forma que possibilite os carros a ficarem mais próximos um do outro. Isso só será possível, pois a perda de pressão aerodinâmica irá diminuir significativamente, pois o ar sujo que era ‘jogado’ de um carro para outro ficará mais suave.

Comparação entre o carro de 2021 e 2022. (Foto: Reprodução)
Comparação entre o carro de 2021 e 2022. (Foto: Reprodução)

Algo que será mantido são os motores, que a princípio serão os mesmo até o ano de 2025. Porém o combustível utilizado passará por mudanças, se tornando mais sustentável. O chamado E10 terá 10% de etanol em sua composição. Em efeito de comparação, na temporada de 2021, o combustível continha 5,7% de etanol.

Com tantas novidades, a Pirelli precisou modificar os pneus para a próxima temporada. As rodas passarão de 13 para 18 polegadas, como os que já vinham sendo utilizados na Fórmula 2. A promessa da fornecedora é reduzir o aquecimento e desgaste, o que ajudará na aproximação dos carros.

Composição do grid

Em termos de equipes, não teremos mudanças. As dez que participaram da temporada de 2021 estarão presentes em 2022: Alfa Romeo,, Alpha Tauri,, Alpine, Aston Martin,, Ferrari, Haas, McLaren, Mercedes, Red Bull e Williams.

Entre os pilotos, uma verdadeira “dança das cadeiras”. A mudança mais significativa ficou pela ida de George Russell para Mercedes no lugar de Valteri Bottas, que foi para Alfa Romeo. Aliás, o time suíço trocará seus dois pilotos, Raikkonen se aposentou da categoria e Giovinazzi perdeu o assento para Guanyu Zhou. Outra alteração é a volta de Alexander Albon para a Fórmula 1. Veja como está a composição do grid:

O que esperar da Fórmula 1 em 2022?

A principal categoria do automobilismo promete bastante imprevisibilidade e bastante disputa entre os pilotos na pista. Mercedes e Red Bull investiram pesado nos carros para se manterem no topo da Fórmula 1. Porém Ferrari e McLaren querem se aproveitar das mudanças no regulamento para voltarem a brigar por vitórias.

No meio do pelotão a Alpine, Alpha Tauri e Aston Martin devem travar um duelo interessante, pois a diferença entre as três é pequena e com as mudanças na aerodinâmica dos carros, poderemos acompanhar bastante ultrapassagens entres essas equipes. A Williams e Alfa Romeo esperam dar um salto de qualidade para entrar nessa disputa.

Talvez a grande incógnita do grid seja a Haas, que se mostrou muito abaixo das outras nove nas últimas temporadas. E avisaram no início de 2021 que o foco e planejamento da escuderia era a montagem do carro para 2022. Então espera-se que a equipe melhore de rendimento e possa enfim brigar por pontos.

Visto o que foi a temporada de 2021, pode-se esperar um ano muito bom para a Fórmula 1 e com certeza com muitos novos fãs.

VAVEL Logo