HELDER MARTINS: Viva todos os Sambistas pelo Dia Nacional do Samba

Talvez eu não seja a pessoa mais indicada para escrever sobre algo tão importante e significativo na vida de milhões de brasileiros, mas já que me deram essa missão PELO TELEFONE (Donga), não sou de fugir da raia.

HELDER MARTINS: Viva todos os Sambistas pelo Dia Nacional do Samba
Foto: Luiz Eduardo

Talvez eu não seja a pessoa mais indicada para escrever sobre algo tão importante e significativo na vida de milhões de brasileiros, mas já que me deram essa missão PELO TELEFONE (Donga), não sou de fugir da raia. Pode ser que me faltem palavras neste 02 de dezembro, DIA NACIONAL DO SAMBA e eu tente de diversas MANEIRAS (Zeca Pagodinho), mas tenho certeza que irei conseguir, pois MALANDRO É MALANDRO E MANÉ É MANÉ (Bezerra da Silva).

'Não, ninguém faz samba só porque prefere' (Poder da Criação/João Nogueira), o samba é uma coisa estranha que chega e invade os sentidos. Quando eu ainda morava na Bahia, sempre tinha um pandeiro, um chocalho e um tantã para ditar o ritmo, acompanhando a cervejinha após o futebol. 'Com as minhas lágrimas' (Tristeza Pé no Chão/Clara Nunes) de saudade, peguei O TREM DAS ONZE (Adoniran Barbosa) e vim construir uma vida na Cidade Maravilhosa. Aqui chegando, tive uma CONVERSA DE BOTEQUIM (Noel Rosa) e percebi que o samba era muito mais que um estilo musical. O samba é uma marca história, um traço cultural e um ideal de vida, que conta a história do povo brasileiro.

Aqui percebi que, através do samba, TODO MENINO É UM REI (Roberto Ribeiro), ah... e vale destacar que eu também já fui rei, pois tenho ALMA BOHEMIA (Toninho Geraes) e vou defender a bandeira do samba por onde quer que eu vá. Digo isso, pois aqui é MEU LUGAR (Arlindo Cruz), um lugar 'Que é eterno no meu coração e aos poetas traz inspiração pra cantar e escrever'. Como diríamos na Bahia, aqui eu corto trecho. Fui de Santa Cruz a Copacabana, São Cristóvão a Madureira, Manguinhos ao Santa Marta, Jacarezinho ao São Carlos. Mangueira! ALVORADA LA NO MORRO (Cartola), uma beleza a cada amanhecer de domingo. 

Estão querendo acabar com o samba. Este samba que tem o poder de fazer com que seu povo, por um momento que seja, esqueça todos os problemas que o sistema impõe em nossas vidas. A certeza é que este samba AGONIZA MAS NÃO MORRE (Nelson Sargento). Podem colocar barreiras, obstáculos, portões, muralhas, mas 'Quem plantar a paz, vai (sempre) colher amor' (Gilson Bernini) e o pedido da diva Alcione para que NÃO DEIXE O SAMBA MORRER, será sempre uma máxima para todos os apaixonados por esta cultura, por esta raiz.

ALGUÉM ME AVISOU (Dona Ivone Lara), que a coisa era boa e 'Quando eu voltar à Bahia terei muito que contar' sobre Paulinho da Viola, Nelson Cavaquinho, Ismael Silva, Ary Barroso, João Bosco, Luiz Carlos da Vila, Carlos Cachaça, Monarco, Candeia, Moacyr Luz, Jovelina Pérola Negra, Jorge Aragão, Arlindo Cruz, Jamelão, Neguinho da Beija-Flor, Elza Soares, Agepê, Bebeto, Beth Carvalho, Leci Brandão, Sombrinha, Luiz Melodia, Xande de Pilares. Salve o samba! Salve o sambista! Salve o povo carioca! Salve o povo brasileiro! Salve São Jorge! Salve o Rio de Janeiro! Salve o Brasil! Salve o Dia Nacional do Samba!