Djokovic e Medvedev se enfrentam pela final masculina do Australian Open
Foto: Divulgação/ATP

Para um, vale poder chegar mais perto de fazer história; para o outro, vale garantir o maior feito da sua história. Neste domingo (21), saberemos quem concretizará o seu objetivo e sairá vencedor na chave de simples masculina do Australian Open: o #1 Novak Djokovic ou o #4 Daniil Medvedev.

Essa será a primeira final entre os dois, mas o oitavo encontro no geral. O confronto direto é bem equilibrado até o momento, com quatro vitórias para Djokovic e três para Medvedev. A última partida entre eles aconteceu no ATP Finals, no ano passado, com vitória do russo por um duplo 6/3.

O jogador natural de Moscou vai em busca de seu primeiro título de Major. Ele já fez final no US Open, há dois anos atrás, mas perdeu para Rafael Nadal. Aos 25 anos, esse seria seu décimo título no geral na carreira.

Enquanto isso, o cenário é bem distinto para o sérvio. Com 33 anos de idade, Djokovic já tem 81 troféus conquistados e ostenta a primeira posição do ranking. Ele corre atrás do recorde de Grand Slams de Nadal e Federer, que tem 20 cada; Novak tem 17 atualmente.

Para chegar até a decisão, o número 1 teve algumas pedras pelo caminho. Suas partidas registraram a perda de um set em sua maioria, com exceção da estreia contra Jeremy Chardy e a semifinal contra Aslan Karatsev. Ainda assim, também ficaram pelo caminho os tenistas Frances Tiafoe, Taylor Fritz (em jogo de cinco sets), Milos Raonic e Alexander Zverev.

A campanha de Medvedev foi mais tranquila, com exceção da partida de terceira rodada contra Krajinovic que foi a primeira vitória em cinco sets do russo na carreira. No restante, o russo despachou os oponentes em sets diretos, sendo eles: Vasek Pospisil, Roberto Carballes Baena, Mackenzie McDonald, Andrey Rublev, e por fim na semifinal, Stefanos Tsitsipas, que havia sido algoz de Rafael Nadal nas quartas.

A grande decisão masculina do Australian Open acontece a partir das 5h30 deste domingo (21).

VAVEL Logo