Pliskova sofre, mas bate Korpatsch em Stuttgart; Kerber avança para enfrentar Svitolina
Foto: Divulgação/Porsche Tennis Grand Prix

Irregular na temporada, a #9 Karolina Pliskova superou com dificuldades sua estreia no WTA 500 de Stuttgart, na Alemanha. A campeã de 2018 bateu nesta quarta-feira (21) a lucky loser #137 Tamara Korpatsch em três sets, parciais de 7/5, 3/6 e 6/3, em 2h19.

A tcheca venceu apenas sua oitava partida na disputa do sétimo torneio em 2021. Com baixa intensidade durante grande parte do jogo, a ex-número 1 do mundo teve menos aproveitamento de pontos vencidos com o segundo saque - 46% a 40% para Korpatsch -e enfrentou mais break points que a rival - 12 a nove -, mas conseguiu cinco a quatro em quebras.

A tcheca venceu os últimos cinco games da parcial inicial após sair perdendo por 5/2 e teve vantagem de quebra no segundo set, mas perdeu quatro games em sequência. Pliskova, porém, retomou as rédeas do jogo na série final - ela chegou a sacar para o jogo em 5/1, foi quebrada, desperdiçou match point no oitavo game, mas finalmente confirmou a vitória na sequência.

Na segunda rodada do Porsche Tennis Grand Prix, Pliskova encara a #52 Jelena Ostapenko, que bateu na estreia a #127 Stefanie Voegele em sets diretos. As duas já se enfrentaram seis vezes, com três vitórias para cada.

Bicampeã, Kerber avança e vai enfrentar Svitolina pela 14ª vez

Outra ex-número 1 do mundo, a #26 Angelique Kerber teve estreia bem mais tranquila. Ela bateu outra lucky loser, a #215 Ekaterine Gorgodze, com duplo 6/2, em somente 1h13.

Apesar do placar, Kerber, que é bicampeã do torneio, enfrentou dez break points na partida e foi quebra uma vez em cada set. Gorgodze demonstrou certa resistência, salvando oito chances de quebra no total em 12 cedidas, mas não resistiu à precisão da alemã. As duas somaram 23 winners na partida, mas a dona da casa só cometeu nove erros não-forçados, 15 a menos que a georgiana.

Kerber encara na próxima fase a #5 Elina Svitolina, que folgou na rodada de estreia. As duas já se enfrentaram 13 vezes, com vantagem de oito a cinco para a ucraniana. Svitolina, porém, venceu os últimos seis confrontos - a última vitória da alemã foi em Montreal 2016.

VAVEL Logo