Pegula atropela Svitolina e avança em Indian Wells; Swiatek cai para Ostapenko
Foto: Divulgação/WTA

Vivendo a grande fase de sua carreira, a #24 Jessica Pegula conquistou sua sétima vitória contra uma tenista do top 10 no ano - e na carreira -, a segunda diante da #7 Elina Svitolina. Nas oitavas de final do WTA 1000 de Indian Wells, a estadunidense atropelou a ucraniana com duplo 6/1, em apenas 1h04, nesta terça-feira (12).

Curiosamente, Pegula tinha conquistado sua primeira vitória contra uma tenista do top 10 justamente contra Svitolina, nas oitavas de final do Australian Open 2021. Este foi o terceiro confronto entre elas no ano - a ucraniana venceu o primeiro deles, em Abu Dhabi. A campanha no torneio já garante a entrada da estadunidense de 27 anos no top 20 pela primeira vez.

Pegula não enfrentou nenhum break point em toda a partida e perdeu apenas dez pontos no seu serviço. A estadunidense fechou o jogo com 19 a 18 em winners, mas Svitolina, em dia atípico, cometeu bem mais erros não-forçados - 27 a 14.

Em seis passagens no saque, Svitolina só não foi ameaçada uma vez e foi quebrada em quatro oportunidades. Aliado aos erros não-forçados que se amontoaram, a ucraniana esteve em um dia muito difícil no saque. Ela só colocou 54% do primeiro serviço em quadra e, pressionada com a devolução agressiva de Pegula, cometeu sete duplas faltas e só venceu 38% dos pontos com o segundo saque.

Em sua terceira participação em Indian Wells, Pegula já faz sua melhor campanha e encara na próxima rodada a vencedora do confronto belarusso entre a #32 Victoria Azarenka e a #100 Aliaksandra Sasnovich.

Ostapenko despacha Swiatek

Um dia após a queda da cabeça de chave 1, Pliskova, diante da brasileira Bia Haddad, a segunda favorita do BNP Paribas Open, a #4 Iga Swiatek, também foi eliminada. A polonesa perdeu em dois sets o duelo de campeãs de Roland Garros diante da #29 Jelena Ostapenko, que anotou 6/4 e 6/3, em 1h29. Este foi o segundo confronto entre as duas, e a segunda vitória da letã.

Swiatek teve vantagem de uma quebra nos dois sets - ela sacou em 4/3 no primeiro set e 3/2 no segundo -, mas em ambos, não venceu nenhum game daí para frente. A polonesa inclusive chegou a deixar a quadra para atendimento médico no meio da segunda parcial, mas Ostapenko manteve o foco e avançou.

"Eu sabia que tinha que devolver bem e jogar bem nos momentos decisivos. Eu apenas tentei sacar melhor, porque estava ventando um pouco mais e também mais fresco hoje, diferentes condições do meu último jogo", disse a ex-top 5.

Na próxima fase, Ostapenko encara a vencedora do confronto entre a #44 Shelby Rogers a #28 Leylah Fernandez.

VAVEL Logo