Os principais favoritos confirmaram no término do primeiro dia da chave principal do Macena Open, nesta quinta-feira na Praia do Francês, em Marechal Deodoro (AL), evento com premiação de US$ 35 mil e com 470 pontos no ranking mundial. A competição é a maior do mundo com 1.702 atletas e conta com a chancela da Federação Internacional de Tênis e da Confederação Brasileira de Tênis. Campeãs do Pure Beach, realizado em abril no mesmo local, a dupla principal favorita e campeã mundial da paranaense Rafaella Miiller e da venezuelana Patrícia Diaz derrotou a parceria da cearense Marília Camara, campeã da primeira edição do Macena Open, de 2021, e de Julia Cabral por 6/2 6/0. Elas vão enfrentar a dupla de Beatriz Urquiza e Lilian Ferreira ou a dupla de Marina Lehmann e Carla Levita.
 
"Muito feliz com nosso jogo de hoje. Primeira rodada super difícil, nos últimos torneios temos tido estreias complicadas. As condições um pouco diferentes, vento meio estranho. Mas entramos muito firmes e sólidas. E vamos pois a luta é grande", disse Miiller: "Eu fico feliz que esse torneio se repete aqui. É um torneio que não só apresenta uma estrutura impecável, mas é referência, mundialmente, é dos melhores torneios, além dos detalhes com os atletas, super atenciosos, sempre querem agradar. É um prazer. Temos boas lembranças daqui e queremos finalizar a temporada bem nossa temporada que foi de sucesso", seguiu a venezuelana que está radicada no Brasil há alguns anos.
 

Número 1 do mundo 

A dupla número 1 do mundo do masculino do italiano Mattia Spoto e do francês Nicolas Gianotti, campeões em abril em Marechal Deodoro, sofreu no segundo set, mas derrotou os brasileiros Douglas Colani e Antonio Tremura por 6/3 6/4. Eles estiveram 3 a 0 abaixo com duas quebras no segundo set.
 
"É muito difícil ser número 1 do mundo ainda mais nesse final de ano sem muita energia. Mesmo assim queremos jogar bem neste final de ano para terminar no topo . Eles jogaram muito bem, nós fomos mal no segundo set, mas faz parte. Estamos felizes pela vitória. Ser o número 1 significa que precisamos ganhar também jogando mal", disse Spoto.
 
A dupla encara, a partir das 14h30, a parceria brasileira de Gustavo Russo e Giovanni Cariani. Os brasileiros já os derrotaram no começo do ano no Guarujá (SP).
 

Russo e Cariani fazem projeções 

Russo e Cariani derrotaram a dupla de Lucas Cherione e Ricardo dos Santos por 6/1 6/4. Quanto a isso os atletas falaram que mesmo com dificuldades, fizeram um bom set.
 
"Estreia é sempre difícil, tivemos um bom primeiro set, no segundo abrimos uma vantagem, mas as coisas saíram um pouco do controle,, o vento está um pouco chato, precisamos saber nos adaptar. Abrimos 4 a 0, eles encostaram 4 a 2, vimos que nossa estratégia não estava mais dando certo, conversamos para achar uma saída , conseguimos fechar o segundo", disse Russo.
 
Cariani foi breve, e apenas pontuou que será uma partida difícil: "Será uma partida muito dura, dupla número 1 do mundo, mas eu e o Gu estamos prontos para a batalha", apontou Cariani.
 
Russo também lembrou do triunfo contra os rivais no começo do ano: "Ganhamos deles uma vez, mas sabemos que contra a melhor dupla do mundo sempre precisamos buscar o nosso melhor, qualquer brecha que dermos eles não perdoam. Vamos pra cima", completou Russo.
 

Jogos complicados 

Segunda melhor dupla do mundo, o espanhol Antomi Ramos e o russo Nikita Burmakin também tiveram jogo difícil contra os qualifiers Daniel Canellas e Richard Espírito Santo, mas aplicaram um duplo 6/4. Eles enfrentam os italianos Lucca Andreolini e Marco Faccini nas oitavas de final: "Condições difíceis nesta quadra central, ela é maravilhosa, mas o vento é difícil. Feliz com a vitória, amanhã esperamos jogar melhor", disse Nikita.
 
Foto: Divulgação | Fotop
Foto: Divulgação | Fotop
No último jogo do dia, o catarinense André Baran, quarto do mundo e primeiro do Brasil, e o italiano Michele Cappelletti, sexto colocado, derrotaram os alagoanos Pedro e Paulo Consiglio, irmãos que moram na Praia do Francês, por 6/1 6/0.]
 
"Passamos um pouco por montanhas-russa, mas faz parte pois nunca havíamos jogado juntos, nem em treinamentos. O título de Aruba foi importante pra gente e estamos mostrando uma autoridade diferente. Estamos muito felizes de estar aqui, uma quinta-feira e já todo esse público é fantástico, só parabenizo a organização", disse Cappelletti.
 

Cerimônia de Abertura

A noite de quinta-feira marcou também a cerimônia de abertura com a filarmônica Santa Cecília, de Marechal Deodoro, que cantou o Hino de Alagoas e o Hino Nacional na quadra central. A abertura contou com autoridades alagoanas, o Prefeito Cacau Filho, a Secretária de Turismo do Estado de Alagoas, Bárbara Braga, a Secretário de Esporte, Lazer e Juventude de Alagoas, Lydia Pollyana, além de Charles Herbert, Secretário Especial da SELAJ.
Foto: Divulgação | Fotop
Foto: Divulgação | Fotop
 
A sexta-feira, 1º de dezembro, terá rodada dupla a partir das 12h e depois a partir das 16h com as oitavas e as quartas de final com transmissão do PlayBT. Os semifinalistas serão definidos e o torneio principal terá desfecho no sábado com as semis e finais com transmissão do Sportv. O domingo, 3, será reservado para o torneio BT 10 e o Maceninha Open.
VAVEL Logo
Sobre o autor