Buscando se aproximar dos líderes, Ponte Preta recebe embalado Corinthians

Para tentar recuperar clima harmônico com a torcida, o Timão tenta mais uma vitória para espantar sequência fraca, que desencadeou uma série de protestos em relação ao trabalho de Cristóvão Borges

Buscando se aproximar dos líderes, Ponte Preta recebe embalado Corinthians
(Foto: Alan Morici/Framephoto/Estadão Conteúdo)
Ponte Preta
Corinthians
Ponte Preta: Aranha; Nino Paraíba, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Reinaldo; Abuda (Galhardo), Wendel e Maycon; Clayson, Rhayner e Roger
Corinthians: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Cristian, Elias, Marquinhos Gabriel, Rodriguinho e Marlone; Guilherme
ÁRBITRO: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2016, a ser disputada no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Em partida válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016, a Ponte Preta irá receber o Corinthians, em Campinas, na tarde deste sábado (27). O jogo será às 16h, horário de Brasília. 

Mesmo vindo de uma vitória na última segunda, quebrando a sequência de três jogos sem triunfo, a situação do Corinthians para com sua torcida não é das mais confortáveis. Boa parte de seus apoiadores tem mostrado grande insatisfação com o trabalho do técnico Cristóvão Borges, o que tem resultado em protestos em frente à Arena e na sede do clube. Por isso, vencer a Ponte Preta neste sábado (27), ás 16h, em Campinas é de extrema importância.

Do outro lado, a instável Ponte Preta busca, diante da equipe da capital, sua primeira vitória na semana, na tentativa de encontrar alguma estabilidade para a sequência da competição. No último domingo, os campinenses empataram com o líder Palmeiras, no Allianz Parque, por 2 a 2; e no meio da semana, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, conquistaram mais um empate, dessa vez diante do Atlético-MG, pelo placar de 1 a 1, em Belo Horizonte.

Semana agitada fora de campo

Apesar de não ter feito sua estréia na Copa do Brasil e, por tanto, não ter jogado no meio da semana, não houve sossego no Timão. Na terça-feira (23), em entrevista coletiva, Roberto de Andrade anunciou a saída de Bruno Henrique, André e Luciano do clube, todos para o futebol europeu. Do trio, Bruno Henrique, que vinha sendo titular da equipe desde o início do ano, foi a perda mais sentida. Cristian será o substituto do volante, vendido ao Palermo-ITA, e fará dupla com Elias. Também no ataque, Cistóvão fará outra alteração: responsável por um gol e uma assistência na vitória corinthiana na última rodada, contra o Vitória, o novo xodó da torcida, Marlone herdará a posição que até então pertencia a Romero, que volta para o banco.

"É um adversário difícil, é complicado porque eles têm uma maneira de jogar bastante fechada, têm muita aplicação no que se propõem a fazer, e com isso dificultam bastante", declarou Cristóvão, ciente da qualidade da equipe de Campinas, mesmo enfrentando um momento de 'turbulência'. "Os adversários tiveram dificuldade e nós sabemos que vamos ter também. Esperamos que a gente possa desenvolver bem. Sabemos da marcação forte e do ritmo que eles conseguem impor dentro de casa. Nossa equipe vai evoluindo, esperamos derrotá-los lá", completou o treinador.

Apostar em superação para vencer

A série de empates enfrentada pela Macaca ao longo desta semana tem deixado o técnico Adilson Baptista um tanto desconfortável. Para o treinador, o apoio da torcida pontepretana será essencial para buscar uma vitória diante do Corinthians. “Pegamos de uma só vez os três melhores times do futebol brasileiro no momento. O Corinthians mudou um pouco com a saída de Tite, mas continua um time forte com o Cristóvão (Borges) e com grandes jogadores”, disse o treinador. 

“Quando perdemos para o Cruzeiro, por 4 a 0, no primeiro turno, eu disse que o nosso time não era tão ruim como falaram. Agora eu digo que, apesar do bom momento, não temos um time tão forte como alguns pensam. Mas a Ponte Preta é competitiva e apresenta um futebol consistente, portanto capaz de buscar um bom resultado de novo”, completou Adilson, ao ser questinado sobre o momento do time, que encontra-se na sétima posição, com 31 pontos somados.

Sem o volante João Vitor, suspenso com três cartões amarelos, entrará para ocupar a posição Wendel, que não atuou em Belo Horizonte na última quarta. Maycon, volante emprestado pelo Corinthians, sentiu dores no joelho e não treinou. Caso não se recupere, será substituído por Abuda, ex-Cruzeiro. O meia Thiago Galhardo vai ser mantido por ter dado mais dinâmica ao setor. 

No ataque, a expectativa é da manutenção de Rhayner e Clayson pelas beiradas e Roger centralizado. O artilheiro do time William Pottker, passou a semana tratando uma lesão muscular e só treinou levemente nesta sexta-feira, único treino antes do jogo.