São Paulo acerta venda de Ademilson para o Gamba Osaka por R$ 9,6 milhões

Jovem atacante está no Japão desde o início do ano passado e passava por seu segundo empréstimo

São Paulo acerta venda de Ademilson para o Gamba Osaka por R$ 9,6 milhões
Foto: Site Oficial/São Paulo

Vivendo grandes dificuldades no setor ofensivo nesta temporada, o São Paulo acertou na manhã desta segunda-feira (10) a venda do garoto Ademilson. O jovem atacante de 22 anos que vêm brilhando em solo japonês teve 60% de seus direitos adquiridos pelo Gamba Osaka, onde estava atuando por empréstimo desde o início do ano. A transação com o clube japonês envolveu aproximadamente R$ 9,6 milhões, sendo que R$ 9 milhões pertencem a equipe paulista, que ainda detém 40% dos direitos do atleta, podendo lucrar em uma negociação futura.

Revelado no CT de Cotia, Ademilson foi uma das grandes apostas do Tricolor na geração passada. Nome constante nas seleções de base, sendo campeão e artilheiro em praticamente todas as categorias, o atacante não obteve o mesmo brilho ao subir para o profissional durante a disputa do Campeonato Paulista em 2012.

Marcando 15 gols em 114 partidas disputadas com o manto são-paulino, Ademilson guarda como momentos marcantes a conquista da Copa Sul-Americana de 2012 e o gol marcado no ano seguinte frente ao Atlético-MG na emocionante partida que classificou o clube para a próxima fase da Libertadores. O tento deu à Ademilson a honra de ter sido o jogador mais novo a marcar pelo São Paulo na competição mais importante do continente.

Sem muito espaço no clube após as chegadas de Alexandre Pato e Alan Kardec, Ademilson foi emprestado pela primeira vez ao Japão no início do ano passado, quando passou a defender o Yokohama Marinos. Deixando de lado o famoso "tempo de adaptação", o atacante em sua primeira temporada foi artilheiro do clube na J-League com dez gols marcados.

Vivendo a expectativa de retornar ao Morumbi no início deste ano após ser destaque, o Tricolor acabou acertando um novo empréstimo do atacante, desta vez para o Gamba Osaka. Mantendo uma grande regularidade de desempenho, marcando dez gols em 32 partidas, Ademilson se tornou prioridade do clube que acertou sua permanência em definitivo.

Perder jogadores do setor ofensivo se tornou algo comum pelos lados do Morumbi nos últimos meses. Com poucos nomes de peso para a posição, o São Paulo já havia "perdido" Alan Kardec e Jonathan Calleri após a Libertadores, sem contar Luís Fabiano e Alexandre Pato que deixaram o clube no fim do ano passado. Atualmente o São Paulo conta com apenas Andrés Chávez (que chegou afirmando que não era um centroavante de ofício), Robson e o garoto Pedro para a posição; Ytalo e Gilberto seguem lesionados.

Há três partidas sem vencer, e cada vez mais perto da zona de rebaixamento, o São Paulo volta a campo na noite desta quinta-feira (13), quando recebe o Santos no Estádio do Pacaembu pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro