''Procurando Dory'' resgata infância de milhares de jovens dos anos 90

Nostálgica continuação de ''Procurando Nemo'', filme lançado no início dos anos 2000, chega aos cinemas coberto de elogios da crítica

''Procurando Dory'' resgata infância de milhares de jovens dos anos 90
''Procurando Dory'' resgata a infância de milhares de jovens dos anos 90 (Foto: Divulgação/Pixar)

Na última quinta-feira, dia 30 de junho, ''Procurando Dory'', nova atração da Pixar, chegou aos cinemas. O longa é uma continuação direta de ''Procurando Nemo'', animação lançada em 2003 e um dos maiores sucessos do gênero na época. Treze anos depois, os peixinhos mais amados do cinema, Dory, Marlin e Nemo retornam em mais uma aventura emocionante pelos sete mares.

Um ano após os acontecimentos de ''Procurando Nemo'', Dory começa a ter sonhos e flashbacks sobre seus pais e, com a ajuda de Marlin e Nemo, resolve ir atrás dos dois para reencontrá-los. No entanto, devido aos seus problemas de memória, ela acaba se perdendo, mas no caminho encontra novos amigos que a ajudam a chegar no seu destino, como as baleias Destiny e Bailey e o polvo Hank

Com inúmeras referências ao seu prelúdio, o longa é uma verdadeira viagem ao início dos anos 2000 e traz lembranças nostálgicas para todos os jovens nascidos nos anos 90 e que acompanharam o primeiro filme há anos atrás. ''Procurando Dory'' apresenta novos seres marinhos, além dos já conhecidos Crush, a tartaruga marinha, e Tio Raia, o professor de Nemo.

Destaque positivo e inesperado do filme, Fúlvio, Rubens e Geraldo, três irmãos leões marinhos, arrancam gargalhadas até mesmo dos corações mais sisudos. Com dublagem de Anderson, Daniel e Elídio, do grupo de humor ''Os Barbixas'', conhecido da internet, são responsáveis pelas cenas mais engraçadas do longa, que envolvem a personalidade peculiar de Geraldo, irmão mais novo dos três.

Outro personagem conhecido da internet, o ator Antônio Tabet, o Kibe, do Porta dos Fundos, faz a voz de Hank, um polvo de sete tentáculos mal humorado e ranzinza que encontra Dory em sua aventura. Juntamente com a protagonista, tem papel fundamental no desenrolar da trama e cria um laço de amizade muito forte com a peixinha azul.

Característica principal da Pixar, o filme alterna momentos de risadas incontroláveis e emoção extrema, e mexe com as sensações dos espectadores a todo momento. Lágrimas e risadas são inevitáveis para quem se identifica com os trabalhos do estúdio e se deixa levar por mais uma história linda, bem contada e com personagens altamente cativantes. 

O próximo lançamento de grande impacto da Pixar está marcado para junho de 2018 e é nada mais, nada menos do que a franquia de maior sucesso do estúdio: Toy Story 4. Um ano depois, em 2019, está prevista a tão aguardada continuação de ''Os Incríveis'', lançado em 2004 e talvez o filme mais pedido pelos fãs há anos. Resta esperar e ver o que mais a Disney têm guardado nas mangas para nos impressionar.