Cristiano Ronaldo não se surpreende com hat-trick: “Trabalho para isso”

Cristiano Ronaldo não se surpreende com hat-trick: “Trabalho para isso”

Português marcou os três gols do empate no clássico contra a Espanha

philipsmina
Felipe Mina

Em um grande jogo no Estádio Olímpico de Sochi, Portugal e Espanha confirmaram as expectativas e entregaram grandes emoções aos torcedores presentes.

Cristiano foi o dono da noite, marcando os três gols de Portugal no empate em 3 a 3, e o português considerou o feito uma consequência de seu trabalho:

“Eu trabalho há muitos anos e confio muito em mim. Trabalho para isso”.

O português alcançou mais um recorde em sua carreira, entrando para o time de jogadores que marcaram em quatro Copas do Mundo, consecutivas, junto à Pele, Seeler e Klose. Com os três gols, superou Pauleta e agora é o segundo maior artilheiro de Portugal em mundiais, atrás apenas de Eusébio:

“Sem dúvida estou muito feliz, é uma marca pessoal bonita, mais uma na minha carreira. Mas para mim o mais importante é o que a seleção fez”.

Portugal saiu na frente, com seu gol de pênalti, em que ele mesmo sofreu. Diego Costa empatou e o Gajo voltou a deixar o time na frente, mas Diego teimava em roubar seu protagonismo e empatou novamente. Nacho Fernandez, que cometeu o pênalti se redimiu em um golaço, colocando a Espanha na frente, mas até esse título, Ronaldo queria para si, e o camisa 7 empatou o jogo em outro golaço, de falta.

“Temos que destacar o poder de reação da equipe, nós saímos na frente, depois a Espanha ficou em vantagem, mas não desistimos. Creio que foi um empate justo. Espanha teve certo controle do jogo, Portugal teve oportunidades e foi um bom jogo”.

“Fomos até o fim. Temos que dar méritos à equipe e vamos acreditar até o fim. Portugal enfrentou uma das equipes que são favoritas ao título e nos comportamos bem. Mostramos que podemos fazer um bom campeonato - garantiu CR7”, completou o herói da noite.

A partida era vista como a decisão do grupo, já que ambos os times são favoritos para a classificação, mesmo com a vitória do Irã sobre o Marrocos. O capitão português declarou o que a equipe espera da competição.

Portugal vai tentar passar da fase de grupos. Sabemos que é difícil. Então vamos pensar jogo a jogo. É isso que temos que fazer. Não somos favoritos, mas candidatos. Vamos dar nosso melhor. Na quarta contra Marrocos é tentar ganhar e dar um passo para passar de fase”.

VAVEL Logo
CHAT