Com moral nas alturas, Rússia enfrenta Egito na provável estreia de Salah na Copa
Arte: Rodrigo Rodrigues/VAVEL

Com moral nas alturas, Rússia enfrenta Egito na provável estreia de Salah na Copa

Astro egípcio é cotado para iniciar e é a "arma" capaz de parar a empolgação russa, depois da goleada na estreia da Copa

andre-andrade
André Andrade

A anfitriã da Copa do Mundo, Rússia, enfrenta na tarde desta terça-feira (19), o Egito, às 15 horas, horário de Brasília, no Estádio de São Petersburgo. O jogo será válido pela segunda rodada do grupo A, da Copa do Mundo.

Técnico da Rússia adota postura cautelosa

Apesar da grande estreia contra a Arábia Saudita, na vitória por cinco a zero, o treinador Stanislav Cherchesov adota o clima de cautela no vestiário. Ele diz que a Rússia ainda tem passos à cumprir no torneio.

"Isso é uma Copa do Mundo. Nós demos um primeiro passo. Precisamos trabalhar certas táticas e preparar os jogadores. Há algumas mudança sobre as quais precisamos pensar. Mas os jogadores farão o que temos em plano. Não há jogo fácil em Copa do Mundo", afirmou o técnico russo.

Artilheiro da estreia, Denis Cheryshev vai se manter no time titular, já que Alan Dzagoev não se recuperou da lesão que o tirou no primeiro tempo da partida contra a Arábia Saudita.

Egito tem a expectativa do retorno de sua estrela

Mesmo se tratando da segunda rodada do torneio, para o Egito, será uma final mais que antecipada. Mesmo com padrões de jogo, o diferencial do time ainda não entrou em campo. Salah, o camisa dez egípcio, segue em tratamento intensivo para ajudar seu país a se classificar para as oitavas de final da Copa.

E esse jogo pode ser o divisor de águas para os africanos, já que, se vencerem, podem "embolar" a tabela, dependendo também do resultado entre Uruguai e Arábia Saudita. Porém, se perderem, o técnico argentino Héctor Cúper e seus comandados, podem dar adeus à Copa do Mundo. Por isso, o treinador mantém os pés no chão, quando o assunto envolve a escalação inicial ou não, do camisa dez da seleção egípcia.

"Não tenho duvida de que é um dos melhores com quem já trabalhei. É uma honra. É o tipo de jogador que, além do talento, é humilde. Isso é importante para mim. Ele é importante para nós, com todo o respeito aos demais. Ele tem um talento incrível. Já mostrou na Roma e agora no Liverpool. Tomara que jogue. Acredito que vai jogar, mas vamos fazer um teste antes", definiu o comandante.

Novidade: Você é super ligado em redes sociais? Curte usar o Instagram? Então agora você poderá acompanhar a VAVEL Brasil por lá. Nosso perfil terá vídeos e fotos dos principais eventos esportivos que acontecem pelo Brasil e pelo mundo. Siga https://www.instagram.com/vavelbrasil/

VAVEL Logo
CHAT