Sterling desabafa sobre racismo: "É preciso mais do que apenas falar"
Foto: Divulgação/Premier League

Nesta manhã (8), o perfil oficial do programa "BBC Newsnight" divulgou trechos da entrevista com Raheem Sterling. Atualmente jogador do Manchester City e da seleção da Inglaterra, ele, que nasceu na Jamaica, se pronunciou contra o racismo e a violência policial.

"Assim como a pandemia, nós queremos encontrar uma solução para parar o racismo. Ao mesmo tempo, isso é o que todos os protestantes estão fazendo. Eles estão tentando encontrar uma solução e um jeito de parar a injustiça que veem e estão lutando pela causa deles".

As manifestações em favor da luta racial iniciaram nos Estados Unidos, após George Floyd ter sido sufocado até a morte por um policial, mesmo após repetir diversas vezes que não conseguia respirar. Dias depois, os protestos alcançaram outros países, como Brasil e Inglaterra.

"Desde que os protestos sejam pacíficos e seguros, sem ferir ninguém e sem invadir lojas, eles devem continuar a protestar", afirmou o jogador.

Quando perguntado se o posicionamento interfere de alguma maneira no trabalho dele, ele responde: "Em primeiro lugar, eu não penso muito no meu trabalho quando coisas assim acontecem. Eu penso sobre o que é certo".

Muitos jogadores de futebol, tanto lá na terra da rainha, quanto aqui no Brasil, se pronunciaram em suas redes sociais. Alguns, inclusive, se manifestaram dentro de campo, como foi o caso do atacante Jadon Sancho, que após marcar gol pelo Dortmund, pediu justiça por George Floyd

Foto: Reprodução
Sancho, do Dortmund, homenageou Floyd em partida contra o Paderborn (Foto: Divulgação/BVB)
 
 
 
 

Neste ano, um torcedor foi banido pelo Manchester City por ter cometido atos racistas contra Sterling em partida em 2018, contra o Bournemouth, em Manchester. O atacante falou sobre atitudes que devem ser tomadas.

"Eu vejo um momento de pessoas nas redes sociais apoiando a causa, mas é algo que precisa mais do que apenas falar. Isso é algo que continuarei a fazer, debater e mostrar às pessoas ao meu redor que olhem pra si mesmas e vejam o que elas podem fazer para oferecer às pessoas igualdade nesse país".

As manifestações de racismo continuam a ocorrer, tanto na Inglaterra, nos Estados Unidos, quanto aqui no Brasil. Hashtags como #BlackLivesMatter (#VidasPretasImportam, em português) permanecem sendo uma maneira de pronunciamento para atletas de todo o mundo.

O Manchester City retorna aos gramados no dia 17 de Junho para sua primeira partida oficial, após a paralisação da Premier League por causa do coronavírus. O confronto será em casa, contra o Arsenal. O City ocupa a segunda posição na tabela com 57 pontos.

VAVEL Logo