Com metas distantes e sonhos reais, Lazio busca recuperação diante de ascendente Sassuolo

Foto: Divulgação/SS Lazio

A temporada mais equilibrada dos últimos anos na Itália está mais perto do fim. Neste sábado (11), a Lazio recebe, no Estádio Olímpico de Roma, o Sassuolo às 12h15 no horário de Brasília. Passadas 31 rodadas do Campeonato Italiano, o time da capital é vice-líder com 68 pontos na tabela, já os visitantes ocupam a oitava colocação da Serie A com 43 pontos.

No histórico do confronto, os mandantes levam a vantagem: são oito vitórias da Lazio, duas do Sassuolo e três empates em 13 partidas disputadas. No aspecto goleador, o panorama também é bastante favorável para os biancocelesti: são 30 gols, uma média de 2,32 gols/jogo, contra 17 dos neroverdi, uma média de 1,31 gol/jogo. Em novembro, no duelo válido pelo primeiro turno, os laziale saíram felizes com a vitória do seu time por 2 a 1 com direito a gol da vitória nos acréscimos.

Mudar postura é necessário para manter chances de título

Sete jogos e sete pontos. A Lazio terá que correr contra o tempo, ou contra as rodadas, para tirar a diferença para a Juventus. Na última jornada, o tropeço da líder para o Milan daria condição para a Lazio diminuir a desvantagem para quatro pontos, porém faltou combinar com o time de Simone Inzaghi. Os biancocelesti perderam por 2 a 1 a partida contra o desesperado Lecce e se complicaram na corrida pelo Scudetto. Contudo, o sonho do título que não vem desde a virada do século, na temporada 99/00, segue vivo e será posto à prova mais uma vez.

Para ultrapassar a zaga do adversário, o técnico Inzaghi terá um trunfo: o goleador Ciro Immobile. O jogador da seleção italiana soma 29 gols em 30 participações na Serie A.

A Lazio tem dois brasileiros que se destacam no elenco: o zagueiro Luiz Felipe e o volante Lucas Leiva. Dessa dupla, o mais famoso é o meio-campista revelado no Grêmio, com passagem de sucesso pelo gigante inglês Liverpool e pela seleção brasileira. Segundo o site La Gazzetta dello Sport, ambos devem ser opções no banco de reservas.

Segundo o técnico Inzaghi, em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (10), o segredo para retomar aos trilhos é voltar a jogar o futebol que sua equipe sabe.

"O time tem que voltar a jogar como no passado, mas não temos mais a despreocupação de antes, temos algumas dificuldades. Alguns erros de arbitragem nos atrapalharam, mas devemos ser mais fortes e seguir em frente. Amanhã teremos uma partida complicada e teremos que nos portar melhor. Eu não pude mexer como gostaria na equipe em momentos-chave devido às lesões que tivemos", disse o treinador italiano.

Provável escalação: Strakosha; Bastos, Acerbi e Radu; Lazzari, Milinković-Savić, Cataldi, Luis Alberto e Jordan Lukaku; Immobile e Caicedo.

Surpreender e alcançar Europa League

Em 2016, o Sassuolo alcançou o auge da sua história de 100 anos com a classificação para a Uefa Europa League. O feito pode ser replicado nesta temporada, mas para isso os comandados de Roberto de Zerbi vão precisar seguir com a boa fase vivida atualmente. Os neroverdi venceram os últimos três jogos, contra a Fiorentina, o Lecce e o Bologna na última rodada. Foram oito gols marcados e apenas três sofridos. Nada mal para a sexta pior defesa do Italiano, vazada 53 vezes.

Se, pelo lado da Lazio, Immobile é o grande responsável pelos gols, no Sassuolo eles estão mais distribuídos: o experiente Francesco Caputo já foi às redes 15 vezes, a referência técnica Domenico Berardi, 12, e a revelação Jérémie Boga, 11. No total, os três jogadores de frente somam 38 dos 57 gols do time.

"A Lazio é a segunda força do campeonato, os biancocelesti são fortes; independentemente de quais jogadores vão jogar, a equipe do Inzaghi sabe o que fazer em campo. É um time de ponta na Itália e também na Europa, que cresce a cada ano", admitiu o comandante do Sassuolo.

Provável escalação: Consigli; Toljan, Ferrari, Magnani e Kyriakopulos; Magnanelli, Bourabia; Berardi, Đuričić e Boga; Caputo.

VAVEL Logo