Pogba fora, Mbappé dentro: Didier Deschamps convoca França para estreia na Nations League
Didier Deschamps (D), técnico da França | Foto: Divulgação/FFF

O técnico Didier Deschamps convocou 23 jogadores nesta quinta-feira (27) para a estreia da Seleção da França na Uefa Nations League. Os dois primeiros jogos dos Bleus serão disputados contra Suécia e Croácia nos próximos dias 5 e 8 de setembro. Atual campeão do mundo, o cenário poderia ser um teste para a Copa do Mundo de 2022, porém, com a pandemia do novo coronavírus e o adiamento da Eurocopa para 2021, os jogos irão servir para testar alguns jogadores, principalmente atletas que se destacaram na última temporada nas competições europeias.

As grandes ausências são os meias Matuidi e Pogba, além do lateral-direito Pavard, do volante Tolisso e do atacante Coman. Os três últimos conquistaram o hexacampeonato europeu com o Bayern de Munique no último fim de semana e a comissão técnica da Federação Francesa de Futebol (FFF) optou por preservá-los. Quanto a Pogba, o jogador foi cortado de última hora por apresentar diagnóstico positivo para o novo coronavírus. Com isso, seguirá em isolamento e deverá estar na lista para as partidas de outubro. Em compensação, no caso de Matuidi, a saída da Juventus rumo ao Inter Miami, da Major League Soccer (MLS), foi decisiva para que o jogador passe a ser usado com menos frequência, como o próprio Deschamps explicou.

“Tive que fazer uma alteração de última hora por causa de Pogba. Matuidi é suficientemente lúcido para saber que sua transferência para Miami complica sua situação na seleção francesa. Isso não significa que ele não retornará, mas, não estará em condições de jogar desta vez. Não direi que acabou para ele, mas veremos sua situação se complicada. Quanto aos bávaros campeões, eles estão desgastados e não quero arriscá-los”, afirmou.

As novidades ficam por conta do retorno do meia Rabiot, além das três novidades. O meia Aouar, destaque na Uefa Champions League pelo Lyon, o zagueiro Upamecano, grande nome do Leipzig e o jovem meia Camavinga, grande promessa do Rennes chamado para substituir Pogba são os atletas convocados pela primeira vez. Deschamps deixou bem claro que irá observar bem a cada um e entende que a convocação de Camavinga foi apressada, mas servirá para o jovem de 17 anos obter ainda mais experiência.

“Acompanhamos cada um há muito tempo. Aouar é versátil, jogador técnico que traz qualidade no uso da bola e habilidoso pela qualidade de passes e de gols, além de ser mais regular. Upamecano tem porte atlético muito bom, vai rápido no duelo e a bola não é um problema para ele. É jovem, mas senti que era o momento de prepará-lo. Cabe manter o mesmo nível de exigência porque ainda tem espaço para melhorar. A convocação de Camavinga talvez venha mais cedo que o esperado, mas ele chegaria de qualquer maneira. Veio após o corte de Pogba e merece. Tem influência no jogo de sua equipe, é capaz de realizar coisas interessantes. É necessário estar atento à sua evolução”, completou.

A França está no Grupo 3 da Liga A na Uefa Nations League, ao lado de Portugal, Suécia e Croácia. Sua estreia será contra a Suécia, no dia 5 de setembro, na Friends Arena, em Solna. Três dias depois, no dia 8, Les Bleus jogam no Stade de France contra a Croácia. Ambos os jogos estão programados para serem disputados às 15h45 (horário de Brasília).

Convocados

Goleiros – Hugo Lloris (Tottenham), Mike Maignan (Lille) e Steve Mandanda (Olympique de Marseille);

Defensores – Lucas Digne (Everton), Léo Dubois (Olympique Lyonnais), Lucas Hernández (Bayern), Presnel Kimpembe (Paris Saint-Germain), Clément Lenglet (Barcelona), Ferland Mendy (Real Madrid), Dayot Upamecano (Leipzig) e Raphaël Varane (Real Madrid);

Meio-campistas – Eduardo Camavinga (Rennes), N’Golo Kanté (Chelsea), Steven Nzonzi (Rennes), Adrien Rabiot (Juventus) e Moussa Sissoko (Tottenham);

Atacantes – Houssem Aouar (Olympique Lyonnais), Wissam Ben Yedder (Monaco), Olivier Giroud (Chelsea), Antoine Griezmann (Barcelona), Jonathan Ikoné (Lille), Anthony Martial (Manchester United) e Kylian Mbappé (Paris Saint-Germain).

VAVEL Logo