Personagens conhecidos, briga pelo título e intensa disputa: Serie A do calcio tem seu pontapé inicial
Divulgação/Internazionale

Como é comum no calendário das grandes ligas europeias, a França abre a sequência de campeonatos com a Ligue 1, Inglaterra, Espanha e Alemanha têm Premier League, La Liga e Bundesliga no outro fim de semana e a Itália finaliza a abertura dos principais torneios do Velho Continente. No começo da tarde deste sábado (21), a temporada 2021-22 da Serie A tem início às 13h30 com a partida entre Internazionale x Genoa, a ser disputada no Estádio Giuseppe Meazza (San Siro), em Milão/ITA.

Embora a variante delta do novo coronavírus assuste as autoridades ao redor do mundo, os órgãos de saúde pública e a liga que cuida da competição já definiu o protocolo a ser adotado neste início de temporada. Com 66,5% da população vacinada, os estádios irão receber até 50% da capacidade de torcedores. Só poderá assistir aos jogos quem tiver o green pass, uma espécie de certificado em QR code fornecida exclusivamente pelas autoridades sanitárias e acessada através de um aplicativo.

Para obter tal green pass, a pessoa precisa estar vacinada com a primeira dose nos últimos nove meses, ou apresentar teste RT-PCR negativado em até 48 horas antes da partida e recuperados do covid-19 nos últimos seis meses, com fiscalização severa nos portões de acesso. Além disso, a capacidade de 50% só poderá ser atingida nas regiões da Itália que estiverem marcadas como zona branca, o que indica menor risco. Atualmente, todo o país está nesse estágio. A torcida terá lugar marcado, com distanciamento mínimo de um metro e com uso obrigatório de máscaras em todas as dependências esportivas.

Quem será o vencedor do Campeonato Italiano? | Divulgação/Lega Serie A
Quem será o vencedor do Campeonato Italiano? | Divulgação/Lega Serie A

Clubes

Não há alterações na quantidade de equipes, mas há novos participantes e a disputa parece estar mais aberta. A Internazionale voltou a ser campeã nacional após 11 anos, mas ainda passa por readequação financeira e teve que renunciar a nomes importantes da temporada anterior, como o técnico Antonio Conte, o lateral-direito Achraf Hakimi e o atacante Romelu Lukaku, negociado junto ao Chelsea. Com Simone Inzaghi no comando e Edin Džeko no ataque, os nerazzurri querem o bicampeonato. Do outro lado da cidade milanesa, o Milan segue na tentativa de recuperar a hegemonia após ter feito boa metade de temporada e apresentar desgaste na reta final. Com a manutenção da comissão técnica chefiada por Stefano Pioli e da principal referência, o atacante Zlatan Ibrahimović, a equipe fez boas movimentações no mercado e tenta fortalecer a equipe para manter alta intensidade e disputa até o fim em busca do primeiro Scudetto desde 2011.

Quem está de volta para recolocar a Juventus no topo é o técnico Massimiliano Allegri. Após uma temporada com a primeira experiência de Andrea Pirlo e o fim da sequência de nove títulos seguidos interrompida, a diretoria da Velha Senhora contratou o treinador que comandou a equipe entre 2014 e 2019 para recolocar Cristiano Ronaldo no topo e garantir novas conquistas ao clube do Piemonte.

Outros destaques são os clubes da capital da Itália. A Roma ousou e trouxe o técnico José Mourinho para trazer novos brios com nomes interessantes contratados, como o jovem atacante inglês Tammy Abraham. A Lazio não ficou atrás e, após a saída de Simone Inzaghi para comandar a Internazionale, trouxe Maurizio Sarri para sucedê-lo. Vale analisar o Napoli com sua espinha dorsal mantida, mas com Luciano Spaletti no comando e como a Atalanta, vice-campeã nas últimas duas edições da Serie A, se apresenta para a disputa com a perda de jogadores importantes de seu elenco.

Além dos clubes cotados como favoritos por disputa de títulos ou vagas em competições europeias, não se pode deixar de fora as tentativas de Fiorentina, Torino, Genoa, Sampdoria, Hellas Verona e Bologna para retornarem aos dias mais gloriosos, o Sassuolo sem Roberto de Zerbi e os ascendentes Empoli, Salernitana e Venezia, que voltam a estar na primeira divisão do calcio. Spezia (com o ítalo-brasileiro Thiago Motta no comando), Udinese e Cagliari têm pretensões iniciais de lutar contra o rebaixamento, mas buscam ser elementos surpresa para acirrar ainda mais a disputa do torneio, mais visado após a Itália ser campeã da Eurocopa há 40 dias.

Regulamento

O regulamento permanece inalterado e segue um padrão estabelecido há muitos anos. São 20 clubes que disputam jogos de turno e returno entre si ao longo de 38 rodadas. Quem somar mais pontos, será o campeão. Os quatro primeiros colocados garantem vaga na fase de grupos Uefa Champions League 2022-23. O quinto colocado vai disputar a Uefa Europa League 2022-23 diretamente na fase de grupos, enquanto o sexto lugar vai disputar a Uefa Europa Conference League 2022-23 a partir da última fase eliminatória. Quanto ao rebaixamento, os três últimos serão rebaixados à Serie B. Em caso de empate em quaisquer das situações acima e das posições na tabela de classificação, os critérios de desempate serão os seguintes, nesta ordem:

  1. Confronto direto
  2. Saldo de gols
  3. Gols marcados
  4. Sorteio

Rivalidades

Na edição do Campeonato Italiano a ser iniciada neste fim de semana, serão 19 clássicos de escala regional ou nacional.

  • Genoa x Sampdoria – Derby di Genova ou Derby della Lanterna, rodadas #17 e #35
  • Internazionale x Milan – Derby di Milano ou Derby della Madonnina, rodadas #12 e #24
  • Lazio x Roma – Derby di Roma ou Derby della Capitale, rodadas #6 e #30
  • Juventus x Torino – Derby di Torino ou Derby della Mole, rodadas #7 e #26
  • Internazionale x Juventus – Derby d’Italia, rodadas #9 e #31
  • Empoli x Fiorentina – Derby dell’Arno, rodadas #14 e #31
  • Bologna x Fiorentina – Derby dell’Apennino, rodadas #16 e #29
  • Napoli x Roma – Derby del Sole, rodadas #9 e #33
  • Genoa x Torino – Derby del Nord-Ovest, rodadas #9 e #30
  • Napoli x Salernitana – rodadas #11 e #23
  • Hellas Verona x Venezia – rodadas #16 e #27
  • Genoa x Spezia – rodadas #10 e #21
  • Sampdoria x Spezia – rodadas #9 e #23
  • Atalanta x Internazionale – rodadas #6 e #22
  • Atalanta x Milan – rodadas #7 e #37
  • Fiorentina x Juventus – rodadas #12 e #38
  • Juventus x Milan – rodadas #4 e #23
  • Juventus x Napoli – rodadas #3 e #20
  • Juventus x Roma – rodadas #8 e #21

Primeira rodada da Serie A 2021-22

  • Hellas Verona x Sassuolo – Estádio Marcantonio Bentegodi, Verona/ITA, às 13h30 deste sábado (21)
  • Internazionale x Genoa – Estádio Giuseppe Meazza (San Siro), Milão/ITA, às 13h30 deste sábado (21)
  • Empoli x Lazio – Estádio Carlo Castellani, Empoli/ITA, às 15h45 deste sábado (21)
  • Torino x Atalanta – Estádio Olimpico Grande Torino, Turim/ITA, às 15h45 deste sábado (21)
  • Bologna x Salernitana – Estádio Renato Dall’Ara, Bolonha/ITA, às 13h30 desse domingo (22)
  • Udinese x Juventus – Estádio Friuli, Udine/ITA, às 13h30 desse domingo (22)
  • Napoli x Venezia – Estádio Diego Armando Maradona, Nápoles/ITA, às 15h45 desse domingo (22)
  • Roma x Fiorentina – Estádio Olímpico, Roma/ITA, às 15h45 desse domingo (22)
  • Cagliari x Spezia – Unipol Domus, Cagliari/ITA, às 13h30 dessa segunda-feira (23)
  • Sampdoria x Milan – Estádio Luigi Ferraris, Gênova/ITA, às 15h45 dessa segunda-feira (23)

Campeões italianos

  • Juventus – 36 (1905, 1926, 1931, 1932, 1933, 1934, 1935, 1950, 1952, 1958, 1960, 1961, 1967, 1972, 1973, 1975, 1977, 1978, 1981, 1982, 1984, 1986, 1995, 1997, 1998, 2002, 2003, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019 e 2020)
  • Internazionale – 19 (1910, 1920, 1930, 1938, 1940, 1953, 1954, 1963, 1965, 1966, 1971, 1980, 1989, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2021)
  • Milan – 18 (1901, 1906, 1907, 1951, 1955, 1957, 1959, 1962, 1968, 1979, 1988, 1992, 1993, 1994, 1996, 1999, 2004 e 2011)
  • Genoa – 9 (1898, 1899, 1900, 1902, 1903, 1904, 1915, 1923 e 1924)
  • Pro Vercelli – 7 (1908, 1909, 1911, 1912, 1913, 1921 e 1922 – campeonato organizado pela CCI)
  • Bologna – 7 (1925, 1929, 1936, 1937, 1939, 1941 e 1964)
  • Torino – 7 (1928, 1943, 1946, 1947, 1948, 1949 e 1976)
  • Roma – 3 (1942, 1983 e 2001)
  • Napoli – 2 (1987 e 1990)
  • Lazio – 2 (1974 e 2000)
  • Fiorentina – 2 (1956 e 1969)
  • Casale – 1 (1914)
  • Novese – 1 (1922, campeonato organizado pela FIGC)
  • Cagliari – 1 (1970)
  • Hellas Verona – 1 (1985)
  • Sampdoria – 1 (1991)

Participações na Serie A desde 1929 (organizado pela FIGC)*

  • Internazionale – 90
  • Juventus e Roma – 89
  • Milan – 88
  • Fiorentina – 84
  • Lazio – 79
  • Torino – 78
  • Napoli – 76
  • Bologna – 75
  • Sampdoria – 65
  • Atalanta – 61
  • Genoa – 55
  • Udinese – 49
  • Cagliari – 42
  • Hellas Verona – 31
  • Bari e Vicenzia – 30
  • Palermo – 29
  • Parma – 27
  • Triestina – 26
  • Brescia – 23
  • SPAL – 19
  • Livorno – 18
  • Catania e Chievo – 17
  • Ascoli, Lecce e Padova – 16
  • Empoli – 14
  • Alessandria, Cesena, Como, Modena, Novara, Perugia e Venezia – 13
  • Pro Patria – 12
  • Foggia – 11
  • Avellino – 10
  • Reggina, Sassuolo e Siena – 9
  • Lucchese, Piacenza e Sampierdarenese – 8
  • Catanzaro, Cremonese, Mantova, Pescara, Pisa e Varese – 7
  • Pro Vercelli – 6
  • Messina – 5
  • Casale – 4
  • Crotone, Lecco, Legnano, Reggiana e Salernitana – 3
  • Ancona, Benevento, Frosinone, Spezia e Ternana – 2
  • Carpi, Pistoiese e Treviso - 1

*Em negrito, os times que estão na Serie A 2021-22.

VAVEL Logo