Dzeko
brilha e conduz vitória da Roma no clássico contra Lazio
Fonte: Divulgação/ AS Roma

A capital é vermelha e amarela ao menos neste fim de semana. No Derby della Capitale deste sábado (15), a Roma derrotou a Lazio pela primeira vez em três anos, em partida válida pela 37ª rodada do Campeonato Italiano. Com a vitória por 2 a 0 no Olímpico, o time do técnico Paulo Fonseca acabou com os sonhos da rival de disputar a próxima Uefa Champions League.

Principal referência ofensiva dos giallorossi nos últimos anos, Dzeko foi o nome do clássico. O camisa 9 deu o cruzamento para o primeiro gol do jogo, marcado por Mkhitaryan no fim de um primeiro tempo amarrado. Na etapa complementar, Pedro fez o segundo e a Roma passou perto de devolver o 3 a 0 do primeiro turno.

Dzeko brilha em clássico que começou morno

As duas equipes começaram jogando com paciência, tentando trocar passes na defesa para atrair o adversário e explorar os lançamentos. Mesmo assim, a Lazio era quem tinha mais posse de bola. Uma das novidades do técnico Paulo Fonseca foi o retorno de El Shaarawy, recuperado de lesão. Com isso, Mkhitaryan foi deslocado para a direita do trio de armadores que tinha Pellegrini pelo centro. “Vilão” na derrota dos romanistas no primeiro confronto, Ibañez quase protagonizou mais um lance decisivo antes de deixar o campo aos 37’ sentindo uma lesão. O zagueiro furou, perdeu a bola dentro da área e viu Daniel Fuzato espalmar o chute de Luís Alberto aos 26’. Em dez minutos, a equipe comandada por Simone Inzaghi ainda teve outra boa oportunidade desperdiçada e um gol anulado por impedimento de Muriqi. Já aos 42’, os giallorossi acertaram o seu primeiro chute, e marcaram. Depois de passe de El Shaarawy, Dzeko driblou a “parede” que o defensor fazia para deixar a bola sair pela linha de fundo e cruzou para Mkhitaryan marcar sem dificuldades. Ambos os times tiveram 50% de posse de bola e a Lazio finalizou mais: 5 a 3.

Na volta do intervalo, a Roma voltou melhor e encontrava mais espaços no campo da rival, que precisava sair para buscar o empate. Aos 12’, Cristante deu belo lançamento para El Shaarawy e apareceu dentro da área para receber e bater por cima. Ainda que tenham começado a etapa final abaixo, os biancocelesti conseguiram crescer e passaram a incomodar o Daniel Fuzato. Aos 29’, Luís Alberto, sumido no segundo tempo, deu bom cruzamento para Immobile, impedido, finalizar de letra e parar no goleiro brasileiro. Quatro minutos depois, um dos substitutos fez o segundo da Roma quando a rival vivia o seu melhor momento na partida: Pedro deixou dois marcadores para trás no meio de campo, avançou com liberdade e bateu de fora da área para marcar um golaço. Dono do jogo, Dzeko quase transformou a vitória em goleada em mais um chute de fora da área, mas a bola não fez a curva a tempo. Um minuto depois, aos 42’, o zagueiro Acerbi recebeu o segundo amarelo depois de puxar a camisa do bósnio em lance que simbolizou a má atuação da Lazio e a ameaça que representou o centroavante. Ao fim, a Roma teve 48% de bola contra 52% e 13 chutes contra 9 do time treinado por Simone Inzaghi.

Tabela e próximos compromissos

Sem chance de subir mais na tabela, a Roma abriu 5 pontos de distância para o Sassuolo (oitavo) e segue na sétima colocação, agora com 61 pontos e um jogo a mais que os neroverdi. Vale lembrar que a equipe que terminar na frente entre essas duas será a representante da Itália na primeira edição da Uefa Conference League. Uma posição acima da rival aparece a Lazio, estacionada em sexto com 67 pontos e agora sem chances matemáticas de jogar a próxima Champions League. Por outro lado, os biancocelesti jogarão a Uefa Europa League.

O 38º e último desafio da Roma na Serie A será o Spezia, fora de casa, no Alberto Picco, no domingo — ainda sem horário definido. Já a Lazio voltará a campo na terça-feira (18) contra o Torino novamente no Estádio Olímpico, dessa vez como mandante, às 15h30 (de Brasília), em partida atrasada da 25ª rodada.

VAVEL Logo