Em duelo de invictos, Reims enfrenta PSG com provável estreia de Lionel Messi
Divulgação/PSG

Talvez tenha chegado o dia histórico. É grande a possibilidade de, pela primeira vez em sua vida, Lionel Messi vestir uma camisa de clube sem ser do Barcelona ou da Seleção Argentina e entrar em campo. Neste domingo (29), o craque argentino pode estrear pelo Paris Saint-Germain. A equipe da capital vai entrar em campo às 16 horas para enfrentar o Stade de Reims no Stade Auguste Delaune, em Reims/FRA, pela quarta rodada da Ligue 1 2021-22. De um lado, o SR empatou as três partidas e ainda tenta a primeira vitória no Campeonato Francês. Do outro lado, o PSG venceu os três jogos que disputou e ocupa de modo isolado a liderança da competição, com nove pontos.

SR com muitos desfalques

Com triplos empates no Campeonato Francês (0 a 0 com o Nice, 3 a 3 com o Montpellier e 1 a 1 diante do Metz), o Reims busca a primeira vitória na temporada. Embora o confronto seja dificílimo contra o PSG pela diferença em qualidade técnica e investimento (ainda mais em um cenário com Messi, Mbappé e Neymar no ataque), os alvirrubros buscam fazer valer o fator casa para somar mais três pontos na Ligue 1. Mas contam com muitos desfalques.

Foram 21 jogadores relacionados e a primeira grande ausência é do técnico Óscar García, expulso na partida contra o Lens. O treinador irá assistir à partida nas tribunas do estádio. Em relação ao plantel, são ausências por estarem no departamento médico o meia Moussa Doumbia e os atacantes Zeneli, Hornby e Anastásios Dónis. Por outro lado, o zagueiro Mbow, o volante Chavalerin e os atacantes Brahimi e Siehruis não foram relacionados. A novidade fica por conta da possível estreia do atacante Mitchell van Bergen, contratado na última sexta-feira (27). Em entrevista coletiva, Óscar García comentou o estilo de jogo a ser aplicado e a presença de Lionel Messi nos gramados gauleses.

“A ideia de atacar continua a mesma. Para isso, vai precisar primeiro ter a bola. Contra o PSG é mais complicado, mas quando a tivermos, teremos que aproveitar. O sistema de três zagueiros nos permite criar muitas oportunidades e marcar. Não nos limitamos a defender. Nós mudamos contra o Metz e os jogadores estão prontos, aplicam as instruções perfeitamente. Lionel Messi é o maior jogador da história. Sou um grande admirador, é excepcional vê-lo aqui”, disse.

Estreias e despedidas?

A palavra que define a semana do Paris Saint-Germain é incerteza. Por diversos fatores, tanto em conotação positiva quanto negativa. É incerta a estreia de Lionel Messi e Neymar na temporada, se serão titulares ou não; bem como também não há certeza se este será o último jogo de Mbappé com a camisa do Paris Saint-Germain. Sem acertar prorrogação contratual e com nome ventilado como reforço do Real Madrid, o jogador pode se despedir do PSG caso acerte sua transferência até a próxima terça-feira (31), prazo final entre negociações internacionais de atletas. O que se pode afirmar é que os três foram relacionados para o jogo em Reims.

Tanto Messi como Neymar não jogam desde a final da Copa América, vencida pela Argentina sobre o Brasil no Rio de Janeiro/RJ, disputada no último dia 10 de julho. Talvez não sejam escalados de primeira até para ganhar ritmo de jogo aos poucos, mas isso vai depender completamente da conversa entre os atletas e o técnico Mauricio Pochettino. São desfalques certos o zagueiro Sergio Ramos e o lateral-direito Dagba, em fase de recuperação após lesões, o atacante Mauro Icardi com lesão no ombro e previsão de retorno em um mês, além do lateral-esquerdo Kurzawa com lesão no músculo adutor e pode voltar em duas semanas.

Em entrevista coletiva, Mauricio Pochettino falou sobre ter o equilíbrio para colocar as principais contratações em campo sem perder o objetivo neste início de temporada, além de considerar o jogo contra o Reims bem difícil.

“Queremos dar uma chance aos jogadores que ainda não jogaram, mas não queremos apressar nada. Tem que saber encontrar o equilíbrio certo, manter o rumo e cumprir nosso objetivo principal de vencer. Estamos felizes com o que produzimos no início da temporada. Com três vitórias em três jogos, está perfeito do ponto de vista contábil. Mas sempre podemos melhorar, sofremos muitos gols e queremos consertar. Estamos felizes com o início da temporada, mas sempre temos que querer fazer melhor. Vai ser um jogo difícil porque o Reims é uma equipe organizada, que sabe jogar em vários sistemas diferentes e se adaptar. Sem dúvida, eles serão competitivos como todas as equipes da Ligue 1 nesta temporada. Esperamos um encontro complicado”, falou.

Ficha técnica de Stade de Reims x Paris Saint-Germain – Ligue 1 2021-22, rodada #4

Stade Auguste Delaune, Reims/FRA – 16 horas deste domingo (29)

Stade de Reims – Rajković; Wout Faes, Foket, Konan, Abdelhamid e Gravillon; Cafaro, Moreto Cassamá e Munetsi; Touré e Mbuku. Técnico: Óscar García.

Paris Saint-Germain – Keylor Navas; Hakimi, Thilo Kehrer, Marquinhos e Abdou Diallo; Gueye, Verratti e Wijnaldum; Lionel Messi, Neymar e Mbappé. Técnico: Mauricio Pochettino.

Arbitragem de campo – François Letexier, auxiliado por Cyril Mugnier e por Mehdi Rahmouni, com Benjamin Lepaysant como quarto árbitro.

Arbitragem de vídeo – Benoît Bastien, auxiliado por Hicham Zakrani.

VAVEL Logo