Carlos Queiroz lamenta eliminação do Irã na fase de grupos: “Quem não marca é punido”
Foto: Divulgação/AFC

Na decisiva tarde desta terça-feira (29), o Irã tentou até o fim, mas perdeu por 1 a 0 para os Estados Unidos, no Al Thumama Stadium, na rodada final do grupo B da Copa do Mundo 2022. Os estadunidenses avançam para as oitavas junto com a líder Inglaterra, enquanto o Irã e o País de Gales não avançam para a próxima fase.

Após a partida, o treinador Carlos Queiroz lamentou a eliminação do Irã na Copa do Mundo e falou do desempenho da defesa. “O primeiro tempo foi deles, o segundo tempo foi nosso, mas nossa defesa não foi tão bem. O sonho acabou. Agora temos que pensar no próximo passo.”

O Irã viu os Estados Unidos dominarem o primeiro tempo. No segundo, já atrás no placar, os iranianos reagiram e tentaram buscar um empate, mas não conseguiram. O treinador português lamentou a falta de eficiência de sua equipe.

Infelizmente, no futebol, a equipe que não marca é punida. É simples, o time que marcou no primeiro tempo merece vencer. Não marcámos e fomos castigados. No futebol não há justiça, parabéns aos Estados Unidos e boa sorte para eles nas oitavas de final".

"Boa lição para nós"

O meia Saeid Ezatolahi agradeceu o apoio da torcida, além de lamentar a derrota. Para ele, a eliminação pode ser um ensinamento para o futuro.

Antes de tudo, quero agradecer a todos os nossos torcedores, que hoje nos apoiaram como sempre. A única coisa que posso dizer a eles que realmente sinto muito. Em nome dos antigos jogadores e do nosso grupo, não tivemos a oportunidade de nos classificar para a próxima fase. Mas o futebol e a vida estão acontecendo, então, isso pode ser uma boa lição para nós. Pelo menos para os nossos jovens jogadores, como eu, e para o futuro. Espero que os nossos fãs e nosso povo no Irã nos perdoem”.

VAVEL Logo