Já classificada, França encara Tunísia, que ainda sonha com vaga às oitavas da Copa
Foto: Divulgação / França

A França conquistou a classificação antecipada para o mata-mata da Copa do Mundo na segunda rodada e chega para o terceiro jogo sem pressão para enfrentar a Tunísia. Os africanos, por sua vez, ainda sonham com a remota chance de terminar na segunda colocação. A bola rola às 12h (horário de Brasília), no Estádio da Cidade da Educação.

Para se classificar, a Tunísia precisa vencer os franceses e torcer por um empate no outro jogo do Grupo D, entre Austrália e Dinamarca. A vitória da Dinamarca também serve, mas neste caso, as Águias de Cartago precisam tirar o saldo de gols para os europeus.

Por ter se classificado com antecedência, o técnico Deschamps pode se dar ao luxo de poupar alguns jogadores já pensando nas oitavas de final. Terminando na primeira colocação do grupo D, a França vai encarar o segundo colocado do Grupo C, que pode ser Polônia, Argentina, Arábia Saudita ou México.

França poupará jogadores contra a Tunísia

Mbappé é o principal destaque da França nesta fase de grupos e artilheiro dos franceses na Copa do Mundo, mas corre risco de ficar de fora do jogo contra a Tunísia. O técnico da equipe afirmou que deve fazer mudanças, pois talvez nem precise de pontos para assegurar a primeira colocação.

"A equipe que jogará amanhã fará de tudo para obter o melhor resultado possível, mesmo que eu tenha essa possibilidade de embaralhar as coisas. Provavelmente sequer precisamos de um ponto, mesmo que eu permaneça vigilante.”, disse Deschamps em uma coletiva de imprensa nesta terça-feira (29).

A provável escalação da França tem: Mandanda; Pavard, Varane, Upamecano (Konate) e Camavinga (Theo Hernández); Tchoauméni, Rabiot e Griezmann; (Coman) Dembélé, Mbappé e (Marcus Thuram) Giroud.

Tunísia conta com a lei do ex para se classificar

Torcida da Tunísia durante a Copa do Mundo. Foto: FIFA

Para tentar bater os atuais campeões mundiais, o time africano conta com 10 jogadores nascidos na França. O sonho da classificação pode sair dos pés de um dos europeus da equipe.

12 dos 26 atletas que estão no Catar não nasceram na Tunísia, sendo 10 franceses, um Alemão (Mohamed Drager) e um Dinamarquês (Anis Slimane). Hassen, Talbi, Ghandri, Bronn, Kechrida, Laidouni, Skhiri, Sliti, Mejbri e Khazri são os nascidos no país do atual campeão.

A provável Tunísia tem: Dahmen; Talbi, Meriah e Bronn; Abdi, Skhri, Laidouni e Drager; Sliti, Msakni e Jabeli.

Arbitragem

A Arbitragem da partida entre Tunísia e França vem, principalmente, da Austrália. Matt Conger é o árbitro principal, auxiliado por Mark Rule, ambos australianos. Tevita Makasini é o outro auxiliar, nascido em Tonga.  O VAR fica no comando de Abdulla Al-Marri, que é do Qatar.

VAVEL Logo