As revelações do Corinthians na Copinha 2016
Foto: Agência Corinthians

Um dos mais reveladores clubes brasileiros segue com a tradição e tem em suas mãos, uma das melhores safras de sua história. O famoso "terrão" do Corinthians já não tem mais o barro, o pó e o chão duro como piso para formar atletas, mas sim, novos e modernos campos de grama, dando melhores condições para as equipes jovens.

Com famosos nomes do passado, como Gil, Casagrande, Deco, Edu, Ronaldo, Rivellino e Sylvinho, e atuais que brilham por campos do mundo, como Willian, Marquinhos e Everton Ribeiro, o Timão tem nova chance de formar grandes jogadores e utilizá-los no time principal.

Sempre questionado pelo pouco uso de meninos, Tite começou a mudar isso na temporada passada, quando tve na equipe hexacampeã, nomes formados em casa, como Fágner, Yago, Guilherme Arana, Malcom e Marciel. E nesta segunda-feira, novos nomes podem pintar para o time do povo. 

Finalista em busca do décimo título, o Corinthians quer mais do que vencer mais uma Copa São Paulo. Quer consolidar uma das melhores safras de sua base. Com, ao menos, um jogador bom por posição, o Timãozinho tem pedras brutas que, se bem lapidadas, podem resolver alguns problemas de Tite. Vamos apresentar algumas delas.

Vinicius Del'amore, zagueiro

Aos 18 anos, Del'amore é titular da equipe e xerife da zaga. Sua história é curiosa e passa pelo Timão duas vezes. Primeiro, por ser filho de Geraldo Del'amore, ex-assitente técnico do clube. Depois, por ter crescido nos times juniores, saído para o Palmeiras e retornado no fim do ano passado.

Dono de um futebol calmo, técnico e de boa saída de bola, o defensor também chama atenção pela altura, com posicionamento e explosão. É um dos destaques da melhor defesa da Copinha.

Warian, volante

O primeiro dos três destaques do meio-campo alvinegro é destaque por fazer o jogo sujo, com marcação, mas muita técnica, categoria e raça. Vindo do Remo-PA como Ameixa, Warian logo recebeu seu nome original e em sua primeira Copinha, aos 19 anos, ganhou a Fiel do jeito que ela gosta.

Menos técnico do que seus companheiros, mas com uma vontade enorme, o menino pode ser melhor observado por Tite para uma função parecida com a que Ralf fazia, já que Cristian, reserva de Bruno Henrique para a função de primeiro volante, está muito abaixo daquilo que fazia no Timão.

Maycon, volante

Com a cara do Corinthians, como diz seu treinador Osmar Loss, Maycon superou grave lesão para se firmar na base corinthiana. Heroi no ano passado, quando marcou o gol do título contra o Botafogo-SP, mas atuando pela lateral-esquerda, o garoto retornou para sua função de meio campo e tem sido destaque.

Artilheiro da equipe, ele faz funções variadas. Forte na marcação, mas com ótima chegada no ataque e bom chute, Maycon é o motor da equipe, ditando velocidade e empenho. Tanto é que Tite já o promoveu para o time principal após a Copinha e tem recebido elogios de seu novo comandante.

Matheus Pereira, meia

Fechando o meio-campo, o camisa 10 é a definição clássica da posição. Extremamente técnico, com uma visão incomum, qualidade de jogo, de passe, tapa na bola, domínio incríveis para a posição, Matheus Pirulão, como é chamado, vem há um tempo sendo destaque nas bases e é a nova joia corinthiana.

Já com atuações pelo profissional, mas sem querer queimar etapas, Tite já vai preparando o menino para o futuro. E quer empenho. Como legítimo camisa 10, as vezes lhe falta raça, vontade e velocidade. Tudo compensado pela qualidade, enorme pela idade, ainda 17 anos. Matheus tem tudo para brilhar, se quiser.

Léo Jabá, atacante

O outro jogador que Tite já promoveu após a Copinha é o forte e interessante Léo jabá. Quem olha de longe ou rápido, pode perceber certa semelhança com o peruano Paolo Guerrero. Alto, forte e atuando em todas as funções do ataque, Jabá trabalha bem pelos lados, sempre usando a velocidade, o arranque e a força.

Ainda lhe falta mais aprimoramentos, como alguns fundamentos básicos, mas nada absurdo para quem tem apenas 17 anos. Pode não ser a solução para a falta de gols da equipe principal, mas o garoto sabe o peso da camisa e vontade de fazer o melhor não lhe faltará.

VAVEL Logo