Brasil de Pelotas vence São José nos pênaltis e volta a final do Gauchão após 63 anos
Alisson Farias vem sendo um dos destaques do Brasil no Gauchão. Fonte: Jonathan Silva/GEB/Divulgação

Você lembra o que fez em 1955? Foi em 1955 a última participação do Brasil de Pelotas em uma final de Campeonato Gaúcho. Na ocasião o Xavante foi derrotado pelo Internacional de Larry. 63 anos depois o primeiro campeão gaúcho retorna a decisão, mas nada de facilidade, a vaga veio com muita adrenalina e é claro drama.

A noite histórica no Estádio Bento Freitas, em Pelotas, teve seu vencedor conhecido somente nos pênaltis, já que no tempo normal a equipe pelotense empatou em 1 a 1. Clayton abriu o placar para o São José, deixando a torcida Xavante preocupada. Lourency, recém-chegado da Chapecoense acabou salvando a equipe no tempo normal e empatou a partida já na segunda etapa. Nos pênaltis foi a vez da estrela de Marcelo Pitol brilhar, o goleiro defendeu a cobrança de Rafael Porcellis e colocou a equipe de Clemer na grande final.

Quem esperava um jogo truncado e com pouca bola rolando acabou se enganando, Brasil de Pelotas e São José fizeram um jogo totalmente aberto, com chances para os dois lados e buscando o gol a cada instante, o que tornou a primeira etapa bem agradável de se assistir. Logo aos dez minutos de partida Rafinha obrigou Pitol a fazer a primeira defesa na partida. O Brasil respondeu aos 16 minutos através de jogada individual de Valdemir, o volante chutou cruzado e quase abriu o placar.

Aos 18 minutos Valdemir acabou errando um passe na linha de defesa, Clayton pegou a zaga do Brasil fora de lugar e teve tranquilidade em tocar na saída de Pitol abrindo o placar para os visitantes. Com a vantagem no placar o São José acabou esperando o Brasil em seu campo de defesa e quase acabou pagando caro. Aos 26 Sciola jogou na área e Heverton quase empata a partida, Fábio acabou salvando. O São José respondeu em um rápido contra ataque, mas Márcio Jonatan desperdiçou, aos 45 minutos Fábio salvou novamente o Zequinha após Léo Bahia finalizar de dentro da área.

Em desvantagem no placar, o Brasil de Pelotas partiu pro tudo ou nada no segundo tempo e alugou o campo de ataque do São José nos primeiros 20 minutos. Lourency que entrou no intervalo no lugar de Léo Bahia deu muito trabalho a zaga do Zequinha, por duas vezes o atacante quase empatou, até que aos 18 minutos Alisson Farias fez bela jogada individual e chutou forte, a zaga do São José tentou cortar e acabou deixado o atacante livre para empatar a partida.

Após o empate, o Brasil de Pelotas acabou diminuindo o ímpeto na partida, o São José aproveitou para esfriar o jogo e levar a decisão para os pênaltis, antes, Fábio salvou a equipe de Porto Alegre em chute de fora da área de Ednei, já aos 49 minutos do segundo tempo.

Agora o Brasil espera o vencedor de Grêmio e Avenida que jogam logo mais, a final será realizada em dois jogos, independente do rival, o Xavante decide a taça em casa e pode voltar ao lugar mais alto do Rio Grande do Sul após 99 anos. 

VAVEL Logo