Guia VAVEL do Brasileirão Série B 2018: Juventude
Arte: Rodrigo Rodrigues/VAVEL Brasil

Guia VAVEL do Brasileirão Série B 2018: Juventude

Depois de um Gauchão decepcionante e uma eliminação precoce na Copa do Brasil, Papo precisa dar uma resposta à torcida na Série B

paulo-albano
Paulo Albano

Fundado em 1913, o Juventude é um clube gaúcho localizado em Caxias do Sul. Os maiores títulos conquistados em sua história são o Campeonato Brasileiro da Série B em 1994, o Gauchão em 1998 - conquistado em pleno Beira-Rio contra o Internacional - e a Copa do Brasil em 1999, quando o time gaúcho calou mais de 100 mil botafoguenses no Maracanã.

O Papo - como é carinhosamente conhecido entre os torcedores - começa sua caminhada no Brasileirão Série B 2018 nessa sexta (13), quando vai à Florianópolis enfrentar o Figueirense. O Juventude sonha em voltar à elite do futebol brasileiro, a qual não disputa desde o ano de 2007. Para isso, o Ju precisa terminar o campeonato entre os quatro primeiros colocados.

Campanha no Gauchão e Copa do Brasil

O início de temporada do Juventude foi abaixo das expectativas do clube e da torcida. No estadual, o clube não conseguiu passar da primeira fase. Terminou sua participação no Gauchão ficando na nona colocação, com 13 pontos conquistados.

Na estreia da Copa do Brasil, a equipe da Serra Gaúcha não saiu do 0 a 0 com o Interporto, em Tocantins. O empate garantiu a vaga na segunda fase. Jogando em casa contra o Avaí, o Juventude foi derrotado por 2 a 0 e deu adeus à competição nacional. Os resultados ruins geraram algumas mudanças no clube, incluindo a saída do treinador Antonio Carlos Zago logo nos primeiros meses da temporada.

Contratações

O início do mês de abril foi recheado de novidades para o clube da serra. O Departamento de Futebol anunciou as contratações dos seguintes atletas: o zagueiro Rafael Bonfim, os laterais Felipe Mattioni e Neuton, os volantes Jair, Diones e Matheus Bertotto, além do meia Tony e do atacante Caio Rangel. Bonfim tem 26 anos e ganhou destaque atuando pelo Coritiba.

Mattioni, 29 anos, vem de um ótimo Gauchão atuando pelo Veranópolis. Revelado na base do Grêmio, o jogador também teve passagens pelo Milan, Espanyol, Mallorca e Everton. Neuton, 28 anos, é outro que começou a carreira no time gremista. Já Bertotto, de 24 anos, começou a carreira no Internacional. Caio Rangel, 22 anos, foi revelado na base do Flamengo e conta com passagens pelas Seleções Brasileiras de base sub-17 e sub-20.

 "Sei que minha experiência pode ajudar. O grupo que encontrei aqui é trabalhador, tem qualidade, temos tudo para crescer com o passar dos treinos. O Juventude é meu presente e o meu futuro. A estrutura que tem é de Série A", avaliou Mattioni em sua apresentação.

Campanha na Série B 2017

O Juventude chegou a liderar o campeonato por algumas rodadas no início da competição, e mesmo depois de sair da primeira colocação, se manteve no G-4. Mas no segundo turno o time teve uma queda brusca de desempenho e despencou na tabela de classificação. O Ju terminou o Brasileiro na nona posição - com 51 pontos conquistados - e 13 pontos atrás do Paraná, quarto colocado e último time a subir para a Primeira Divisão do futebol brasileiro.

O que esperar?

O sonho do clube é terminar o campeonato no G-4 e voltar para a Série A do Campeonato Brasileiro. Entretanto, para alcançar esse objetivo, o segundo semestre do Papo terá que ser muito superior ao desempenho apresentado neste primeiro semestre do ano. O técnico Julinho Camargo teve cerca de um mês de trabalho para preparar a equipe após a eliminação no Gauchão, e a tendência é de que o Ju mostre alguma evolução nas rodadas iniciais do campeonato nacional.

Destaque

Guilherme Queiroz, 27 anos, foi o goleador do Juventude no último Gauchão, com 6 gols marcados. O atacante chegou a ter uma passagem apagada pelo Ju em 2014. Em 2015, se transferiu para a Portuguesa para jogar a Série C do Campeonato Brasileiro, e foi o artilheiro da competição anotando 12 gols em 19 partidas. Ele é a grande esperança de gols do Papo nessa Série B.

Ponto forte x ponto fraco

O Juventude teve o quarto melhor ataque do Gauchão 2018, com 14 gols marcados. Já a defesa é motivo de  preocupação para o treinador e os torcedores. O sistema defensivo do Papo foi o mais vazado do estadual junto ao do Novo Hamburgo. As duas equipes levaram 17 gols cada em 11 partidas.

Para resolver esse problema, o time conta com o goleiro Matheus Cavichioli - campeão gaúcho com o Novo Hamburgo - e com o experiente zagueiro Fred, campeão da Copa do Brasil com o Grêmio. O técnico Julinho Camargo também é conhecido por montar times que levam poucos gols.

Fique de olho

Sananduva, volante de 22 anos e cria da base do Juventude, se destacou no último campeonato gaúcho e terá a o oportunidade de mostrar seu potencial para todo o país nesse campeonato brasileiro. O jogador que tem 1,80m de altura e ganhou o apelido justamente por ser o nome de sua cidade natal.

Treinador: Julinho Camargo

O ténico Antônio Carlos Zago, ídolo do Juventude e que havia feito grande trabalho no comando da equipe em 2016, retornou para comandar novamente o clube da Serra Gaúcha. Mas dessa vez o treinador não conseguiu repetir o bom desempenho da primeira passagem, e após a eliminação na Copa do Brasil para o Avaí, foi demitido do cargo.

Para o seu lugar foi trazido Julinho Camargo, que fez ótimo Gauchão comandando o Veranópolis. Julinho, 47 anos, já treinou o Grêmio e foi auxiliar técnico de Paulo Roberto Falcão no Internacional.

Estádio: Alfredo Jaconi

O Juventude manda seus jogos no Estádio Alfredo Jaconi. Fundado em 1975, a casa do Papo tem capacidade para cerca de 27 mil torcedores e recebeu esse nome em alusão a um dos maiores ídolos do torcedor da papada, Alfredo Jaconi, que foi jogador, treinador e dirigente nas décadas de 1930 e 1940.

VAVEL Logo

Futebol Brasileiro Notícias

há 5 horas
há 4 horas
há 4 horas
há 4 horas
há 8 horas
há 9 horas
há 10 horas
há 13 horas
há 20 horas
há um dia
há 13 horas