Náutico e Santa Cruz se enfrentam na
primeira rodada da Série C
Divulgação/Santa Cruz

Náutico e Santa Cruz se enfrentam na primeira rodada da Série C

O segundo clássico das emoções do ano terá mando do Náutico

claracastrob
Clara Castro
NáuticoBruno; Thiago Ennes, Camutanga, Camacho (Breno) e Kevyn (Tiago Costa); Negretti, Wallace Pernambucano e Júnior Timbó (Jhonnatan); Rafael Assis, Robinho e Ortigoza. Técnico: Roberto Fernandes.
Santa CruzTiago Machowski; Vitor, Danny Morais, Augusto Silva e Henrique Ávila; Luiz Otávio, Leandro Salino e Geovani; Fabinho Alves, Robinho e Robert. Técnico: Júnior Rocha.
ÁRBITROFelipe Gomes da Silva (PR), auxiliado por Pedro Martinelli Christino (PR) e Luciano Roggenbaum (PR).
INCIDENCIASPartida válida pela primeira rodada da Série C do Campeonato Brasileiro 2018, a ser disputada na Arena de Pernambuco, às 19h.

Quis o destino que Náutico e Santa Cruz se enfrentassem apenas uma vez na temporada até o momento. Um clássico morno no Arruda, em meados de fevereiro, e um empate sem gols que refletia o momento que as equipes viviam. Neste domingo (15), com o cenário totalmente diferente, as equipes voltam a se enfrentar pelo brasileirão.

Para os dois times, o principal objetivo em 2018 é sair da Série C no final do ano e voltar à segunda divisão, com isso, estreantes reforçarão ambas as equipes. Pelo menos dois reforços de cada lado estão aptos para a partida, que será realizada às 19h na Arena de Pernambuco.

O técnico Roberto Fernandes poderá contar com o lateral-esquerdo Tiago Costa e o volante Jhonnatan, que foram regularizados e já treinam com o grupo. Além do zagueiro Breno Calixto, que completou a transição e está apto para entrar em campo.

+ Após o título do Pernambucano, Náutico anuncia duas contratações para o Brasileiro da Série C

+ Para compor setor defensivo, Santa Cruz contrata zagueiro Sandoval

No lado tricolor, Júnior Rocha tem como opção o volante Salino, que pode ocupar a vaga de Ilaílson, e o experiente atacante Robert. A recente classificação na Copa do Nordeste evidenciou a evolução do Santa Cruz, que terá seis alterações em relação ao time que enfrentou o Náutico pelo pernambucano.

Invicto em casa, Náutico volta à Arena depois do título estadual

O Náutico tem vivido momentos de altos e baixos nas últimas semanas, tendo uma semelhança nos bons momentos: a Arena de Pernambuco. O Timbu venceu o Bahia e o Botafogo-PB em casa mas amargou a eliminação precoce na Copa do Nordeste ao empatar fora de casa com o Altos.

Em casa, quebrou o jejum de quase 14 anos sem títulos e se sagrou campeão estadual, além de quebrar o recorde de público da Arena em partidas entre clubes, mas, três dias depois sofreu uma derrota amarga por 3 a 0 para a Ponte Preta na Copa do Brasil.

Mais uma vez jogando em casa, o Náutico busca se manter invicto e reacender a alegria do torcedor. O técnico Roberto Fernandes se demonstrou insatisfeito com o clássico na primeira rodada, mas afirmou que o Náutico entrará em campo focado no acesso, independente do adversário.

- Não sou favorável, o clássico deveria ocorrer no meio, na nona rodada de ida e volta. Se você deixar na última rodada, já não tenha mais chance, esfria. Iniciar também fica com gostinho de quero mais lá na frente. Entendo que a vitória em casa é da maior importância, independente de ser um clássico, de ser uma equipe a candidata a favorita na Série C. Tanto pode ser o Santa Cruz, ou outro time, nós temos que buscar o 100% de aproveitamento.

Santa Cruz quer evitar a terceira queda em três anos

O ano começou mais difícil pros tricolores. Eliminada na primeira rodada da Copa do Brasil, a equipe coral também não foi muito longe no Campeonato Pernambucano, caindo nas quartas de finais. Por outro lado, mostrou evolução na Copa do Nordeste e se classificou em primeiro lugar no grupo.

Quando se trata de brasileirão, o problema fica ainda maior. Rebaixado para a Série B em 2016 e para a C em 2018, a meta do ano para o Santa Cruz é fazer apenas um bate-e-volta e, com o acesso à segunda divisão, voltar a almejar a elite do futebol brasileiro.

Com o sucesso da ação Camisa 12 e alguns reforços pontuais, a equipe comandada por Júnior Rocha irá buscar os primeiros três pontos do campeonato na Arena de Pernambuco. Para o treinador, será a oportunidade de mostrar a evolução do time.

- Vejo os dois times em um bom momento. Nós ganhamos confiança graças à Copa do Nordeste e vai ser um grande jogo. As duas equipes estão padronizadas. Viemos de uma reconstrução e hoje a equipe já é definida. Todo mundo sabe quem são os volantes, o lateral, os zagueiros, quem é o 9... Então temos uma equipe definida.

Os ingressos para a partida estão a venda com valores entre R$20 e R$60 (individual) nas bilheterias dos Clubes, em pontos descentralizados e no aplicativo Náutico Bilheteria.

VAVEL Logo