Bahia domina, derrota Botafogo e cola no G-6
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Em campo dois clubes que buscavam a recuperação no campeonato, após ambos terem perdido na última rodada pelo placar de 2 a 1. O Botafogo para o São Paulo e o Bahia para o Corinthians. O resultado foi uma partida muito animada, principalmente na primeira etapa, em Salvador e 2 a 0 no placar para os baianos, que voltaram a vencer no Brasileirão.

Sonhando com o G-6, Bahia e Botafogo tentaram a vitória desde o início, o Esquadrão de Aço conseguiu sair na frente e foi melhor o restante do jogo após a expulsão do lateral Gilson, da equipe alvinegra. O resultado dá esperanças ao time baiano que cola na parte de cima da tabela, apenas um ponto o separa do São Paulo, sexto colocado. Já a equipe carioca acende o sinal de alerta, completou três jogos sem vencer e vê os times debaixo chegando, o Goiás chegou aos mesmos 27 pontos e o Vasco também pode alcançar essa marca.

Polêmicas marcam a primeira etapa

Debaixo de muita chuva, o Bahia tentou pressionar no início da partida, sem muita efetividade. Aos 12 minutos o Botafogo conseguiu chegar bem ao ataque, após bom lançamento o goleiro Douglas saiu da área e cortou, a bola sobrou no pé de Lucas Campos que encobriu o goleiro, mas Juninho cortou em cima da linha. Aos 18 minutos, Cícero cobrou falta e levou perigo a meta Tricolor.

Botafogo chegava com perigo, mas foi o Esquadrão de Aço quem abriu o placar. Aos 23 minutos, Moisés cruzou rasteiro e Artur completou sozinho e com o gol livre, 1 a 0. Em contra ataque rápido do Bahia, Gilson parou Élber com a falta e foi expulso aos 33 minutos. Os botafoguenses alegaram que o lateral alvinegro não tocou no meia baiano, e reclamaram muito do árbitro por não ter conferido o lance no VAR. Na cobrança da falta, Gilberto chutou com muito perigo, quase ampliando o marcador.

Aos 38 minutos, com auxílio do VAR, o árbitro Flávio Rodrigues de Souza verificou um possível pênalti para o Bahia, mas mandou o jogo seguir.

Botafogo entregue e domínio baiano

A segunda etapa começou exatamente como terminou a primeira, com o Bahia pressionando o Botafogo, que com um a menos não conseguia criar. Aos 10 minutos, Moisés arriscou de fora da área e levou muito perigo a meta defendida por Gatito Fernandez.

Com um a mais, o Tricolor da Boa Terra pressionou muito a equipe alvinegra. Aos 15 minutos, Gilberto perdeu excelente oportunidade de cabeça. No lance seguinte, Artur entrou driblando na área botafoguense e encontrou Élber sozinho, ele apenas escorou, 2 a 0.

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Depois do segundo gol a partida caiu muito em intensidade e poucas chances foram criadas. O Bahia soube administrar o jogo e não sofreu sustos. Os 19.769 torcedores presente na Arena Fonte Nova fizeram a festa até o apito final.

O Alvinegro Carioca foi completamente apático durante todo o segundo tempo. Não criou nenhuma jogada, tocou bola o tempo todo na defesa, foi muito pressionado pelo Bahia e deu sorte de não ser goleado. A destacar as péssimas atuações de Cícero e Rodrigo Pimpão, que erraram tudo durante os 90 minutos.

Panorama no Campeonato

Com o resultado o Esquadrão de Aço chegou aos 34 pontos pontos e assumiu provisoriamente a sétima posição no Brasileirão, a equipe comandada por Roger Machado sonha com uma vaga na Libertadores. Já o Alvinegro permanece com 27 pontos e liga o sinal de alerta. A equipe carioca jogou 12 vezes contra os dez primeiros colocados, venceu apenas três e perdeu os outros noves duelos, situação que impede do clube sonhar com algo a mais no campeonato.

Na próxima rodada, o Botafogo encara o Fortaleza, fora de casa, na segunda-feira (30), às 20h. Já o Bahia volta a campo contra o Avaí, fora de casa, também na segunda (30), às 20h.

VAVEL Logo