Jorge Jesus exalta competitividade do clássico, mas lamenta empate: "Foi amargo"
Foto: Alexandre Vidal, Marcelo Cortes, Paula Reis/Flamego

Na noite de quarta-feira (13), todos amantes do futebol puderam assistir um clássico eletrizante, entre Flamengo e Vasco. O "clássico dos milhões" terminou empatado por 4 a 4. Foi uma partida emocionante, desde o apito incial até o fim do jogo. Logo no início, antes de completar um minuto de jogo, Everton Ribeiro abriu o placar. Próximo ao fim da partida, nos acréscimos, Ribamar fez o gol de empate na disputa. Um clássico memorável.

O treinador Jorge Jesus destacou a grande disputa das duas equipes em busca da vitória. Ele também comentou sobre a dificuldade que é enfrentar um rival histórico.

"Quem veio ao Maracanã ver o jogo, independentemente do time, saiu daqui com um espetáculo, um excelente jogo". Para os espectadores, foi um excelente jogo. Para nós foi amargo. Somamos mais um pontos, estamos a cinco jogos do final e isso é preciso contabilizar. Jogo disputado. É sempre complicado jogar clássico, porque os jogadores se transformam. Tudo se transforma", declarou o treinador. 

Logo no início do segundo tempo, o treinador português substituiu Reinier por Arrascaeta. O meia uruguaio esteve lesionado e ficou ausente de algumas partidas. No clássico foi bem na partida, inclusive deu o passe para o gol de Bruno Henrique. Jesus comentou sobre a volta do meia.

"Sabíamos que o Arrascaeta não estava em condições de jogar 90 minutos, mas temos que olhar pro futuro. Temos uma final da Libertadores e ele é um jogador importante. Contra o Grêmio devemos fazer a mesma coisa para ele estar 100% em Lima", destacou.

Após o apito final, uma cena chamou atenção. Jogadores de Flamengo e Vasco se desentenderam, e no auvoroço, um diregente do Vasco agrediu o atacante Gabriel Barbosa. Jesus lamentou o ocorrido. 

"Quando dirigente seja de que equipe for, no meio agredindo os jogadores é grave. Nao sei o nome dele e nem quero saber. Esse senhor nao tem capacidade para trabalhar num clube como Vasco da Gama”, afirmou o treinador.

O próximo compromisso do "Rubro-Negro" no Brasileirão será o duelo contra o "Imortal". Há dúvidas em relação a equipe que vai a campo. Visando a final da Libertadores, Jesus comentou sobre a escolha do time que vai escalar contra o Grêmio. 

"É óbvio, a equipe contra o Grêmio não será a mesma. Temos que trabalhar de forma com que a equipe não fique desequilibrada. Hoje, qualquer ponto é muito importante. Vamos pensar que time vai no domingo", finalizou o treinador português.

LEIA MAIS: Autor de dois gols, Bruno Henrique diz que Vasco queria ‘tumultuar o jogo’

O Mengo volta a campo às 16h do domingo (17), para encarar o Grêmio em Porto Alegre. Depois do embate contra os gaúchos tem a grande final continental, contra o River Plate, às 17h do sábado (23). 

VAVEL Logo