Odair Hellmann frisa que Fluminense foi ‘melhor também em muitos momentos’
Foto: Fluminense/Lucas Merçon

Após nova derrota para o rival Flamengo, esta por 1 a 0, gol de Vitinho pela final do Campeonato Carioca, o técnico do Fluminense, Odair Hellmann, saiu em defesa de sua equipe, exaltando a entrega e apontando a parte física como grande problema.

Em entrevista coletiva depois do jogo, ele exaltou demais a entrega em campo dos jogadores de seu Fluminense:

"O que fizemos nesses três jogos tenho que aplaudir de pé, parabenizar os jogadores por toda dedicação, esforço, e por tudo que fizeram. Nós enfrentamos uma das melhores equipes da América, senão a melhor, com mais tempo de trabalho, e nós com oito dias de treino, seis jogos em 15 dias, e demos essa resposta. Jogamos não só de igual para igual, mas melhor também em muitos momentos", afirmou o treinador. 

Ainda sobre a parte física, o técnico tricolor reconheceu que essa não foi a melhor atuação das seguidas finais de Fla-Flu, e que além da parte física, o aspecto mental também pesou: 

"Sentimos um pouco, a perna pesou, e quando a perna pesa a cabeça não pensa com tanta tranquilidade. Acabamos não conseguindo desenvolver todos os lances de posse e de ataque. Tenho certeza que se tivéssemos mais condições de treinamento não perderíamos esse jogo de hoje. [...] Tenho certeza que se tivéssemos mais condições de treinamento não perderíamos esse jogo de hoje", declarou. 

Apesar do resultado negativo, o técnico Odair Hellmann ressaltou que embora não estejam contentes com a derrota, o sentimento é de gratidão e de igualdade de ações em relação ao rival:

"O que eu preciso ressaltar é, além de agradecer aos jogadores: nós não estamos felizes porque perdemos o título. Nós ganhamos um título nesses três jogos. Nós ganhamos um título. E já não era nem para ter acontecido essas duas partidas, né. Na maior parte das opiniões, não era era nem para ter acontecido essas duas partidas. Nós conseguimos ganhar um título e levar as duas partidas nas finais. E cada partida que foi passando, foi dificultando para nós nesse aspecto mental, físico. Isso tudo atrapalha também a resposta técnica. Mas nós saímos daqui muito mais fortes individualmente, como time, como ideia de jogo, como confiança."

"[...] Eu acho que é assim que a gente sai para um segundo semestre onde, mantendo esse padrão de atuações, mantendo esse padrão dentro e fora do campo como nós estamos fazendo, a direção, a comissão e os jogadores... E junto com o nosso torcedor, nós precisamos muito deles. Eu quero agradecer os nossos torcedores. Mesmo eles não estando aqui, nós sentimos a energia deles e eles estiveram ao lado do clube em todos os momentos, então aqui vai o meu agradecimento", enfatizou. 

"Honramos a camisa do primeiro ao último minuto"

Em relação ao próximas ações do Tricolor das Laranjeiras, Odair colocou que o momento é de descanso dos atletas, e vê com otimismo o restante da temporada para o clube: 

"Não conseguimos ganhar esse título, ganhamos a Taça Rio, mas acho que honramos a camisa do primeiro ao último minuto. Acho que representamos vocês com honra. E pode ter certeza que nós vamos trabalhar muito forte para que a gente possa fazer um grande segundo semestre. Juntos nós vamos ser muito mais fortes e tenho certeza que a gente vai conseguir conquistar coisas boas esse ano."

"Nós precisamos agora, urgentemente, descansar nossos jogadores. Limpar a mente, limpar o corpo deles porque eles foram no limite. Passaram do limite, principalmente nesses últimos dez dias. Nós vamos segurar um pouco para que eles possam, a gente fala muito na nossa gíria interna, a gente precisa limpar esses jogadores. E, a partir do momento quando nós voltarmos, voltarmos com essa identidade daqui para mais porque eu acho que nós saímos muito fortalecidos coletivamente, individualmente e é daqui para mais que nós precisamos iniciar o Brasileiro, Copa do Brasil porque eu tenho certeza que nós, aí sim, se mantivermos o padrão que nós mostramos durante o Campeonato Carioca e, principalmente, nessas finais, eu tenho certeza que faremos um ótimo ano", concluiu o treinador. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

#timedeguerreiros

Uma publicação compartilhada por Odair Hellmann (@odairhellmannreall) em

 

Vale ressaltar, que devido à pandemia pelo novo Coronavírus, as grandes decisões de campeonato devem ficar para 2021, sendo assim, o Fluminense entra para uma seleta lista de clubes que puderam levantar alguma taça nesse ano, a Taça Rio sobre o rival Flamengo. 

VAVEL Logo