"Olho no lance": a obra-prima de um Cometa
Foto: Reprodução

Para muitos, inclusive Dener Matheus, Deniz e Rafael, um dos desfiles mais lembrados do Dener em campo foi em uma partida contra o Santos, válida pelo Paulistão de 1993. Uma verdadeira obra de arte digna de Puskás. Deixariam Leonardo da Vinci e Vicent Van Gogh invejados.

Ah, aquele gol contra o Santos. Infelizmente, o Cometa Brasileiro não está aqui para relatá-lo. Mas, uma coisa é fato: tanto o autor quanto a obra estão eternizados na história. Ambos serão passados para as próximas gerações. 

Porém, com uma diferença: o Reizinho é e será contado por diversas vozes, seja de torcedores, de jornalistas ou até leigos admiradores. Mas o seu gol é diferente. 

A obra até pode ser descrita por várias pessoas. No entanto, somente uma voz irá transmitir eternamente esse gol com a emoção maestral de quem estava presente, no Canindé, aos 36 minutos do segundo tempo daquela jogo. E essa obra de arte não poderia ter um narrador melhor para descrevê-la brilhantemente aos telespectadores daquele exato momento e às futuras gerações. 

Você já sabe de quem foi a narração? Bem, vou dar um dica: “Foi, Foi, Foi, Foi, Foi Dele!”  Agora ficou fácil, né? 

Estamos falando de Silvio Luiz. Sem dúvidas, uma lenda viva. É um exemplo para todos jornalistas das gerações posteriores à sua, inclusive uma inspiração para o redator dessa matéria que vos escreve.

Caro leitor, por favor, tenha a honra de ouvir a marcante voz de Silvio Luiz falando sobre essa obra prima e seu autor de maneira inédita para a VAVEL Brasil. Mas, já adianto, pelas barbas do profeta, fique de olho no lance!

Edição: Isabella Molina

Confira aqui todas as reportagens especiais do nosso Cometa Brasileiro.

VAVEL Logo