Fortaleza atropela Vasco, respira na tabela e afunda Cruzmaltino na zona de rebaixamento
Foto: Reprodução / Fortaleza 

Em duelo direto pela luta contra o rebaixamento, o Fortaleza não tomou conhecimento do Vasco na noite desta quarta-feira (10) no Castelão. Igor Torres, David e Romarinho marcaram os gols na vitória por 3 a 0 pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com a vitória, o Fortaleza chegou a 41 pontos e abriu quatro para o próprio Vasco, primeiro time da zona de rebaixamento. O Gigante da Colina vê sua situação ficar ainda mais dramática, precisando vencer e torcer contra seus adversários diretos. Vai ser tensão até o fim!

O jogo

A partida começou quente. Logo no primeiro minuto, Carlinhos recebe bonito passe de Benítez e chuta rasteiro, no cantinho, acertando a trave do goleiro Felipe Alves. Mas o Fortaleza não demorou a responder. Aos seis minutos, David faz grande jogada pelo lado esquerdo e acha Igor Torres que chuta fraquinho, mas no cantinho de Fernando Miguel que não chega a tempo, abrindo o placar no Castelão.

O Vasco, a partir daí, não se encontrou em campo. Muitos erros de passes, o meio-campo da equipe não conseguia criar jogadas ofensivas, os atacantes ficaram isolados e os laterais pouco acrescentaram ofensivamente. Sem Cano, que começou no banco devido a uma indisposição estomacal, a equipe não ofereceu perigo. Durante todo o primeiro tempo, a equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo teve apenas mais uma finalização, em chute de Pikachu para fora.

Já o Fortaleza aproveitava os erros do adversário para criar as oportunidades e obrigou o goleiro Fernando Miguel a trabalhar duas vezes, em chutes de Igor Torres e Wellington Paulista. E já no fim da primeira etapa, o Tricolor ampliou. Luiz Henrique acha David livre, que de frente pro goleiro e com muita tranquilidade, dá só um toquinho para ampliar o marcador.

Segundo tempo

Completamente perdido em campo, o Vasco não demonstrou em nenhum momento poder de reação. Jogadores pareciam sem saber o que fazer com a bola. Para o segundo tempo, Luxemburgo voltou com Talles Magno e Cano. Mas a apatia continuou visível. O Fortaleza esperou o Vasco no campo de defesa e o Cruzmaltino não conseguiu em momento algum se impor.

O Tricolor, inclusive, parecia estar mais próximo do terceiro gol do que o Vasco de descontar. E foi o que aconteceu. Após roubada de bola, Osvaldo arranca pela esquerda e cruza para Romarinho, no meio da área, que bate de primeira para fazer o terceiro do Fortaleza. Fernando Miguel, mais uma vez, pareceu chegar atrasado no lance.

Luxemburgo desencadeou a fazer alterações. Enderson Moreira também mexeu na sua equipe. E o Fortaleza continuou melhor. Não esbanjou qualidade, mas ao menos estava organizado em campo. O Vasco, nem de longe parecia com um time de futebol.

Além de apático e desorganizado, faltava o básico para o Vasco, que não conseguia trocar passes simples. Após jogada de Henrique pela esquerda, Gabriel Pec chutou, Felipe Alves defendeu e Cano, no rebote, mandou para as redes. No entanto, depois de consultar ao Var, o árbitro marcou falta de Henrique no início do lance. Depois disso, o Vasco, entregue, pouco fez. O Fortaleza apenas esperou o tempo passar. Final de jogo: Fortaleza 3 x 0 Vasco.

Fortaleza respira

Com as duas vitórias seguidas em confrontos diretos contra Coritiba e Vasco, o Fortaleza chega a 41 pontos e abre quatro para a zona de rebaixamento. Assim como o Sport, que venceu o líder Internacional e também chegou aos 41 pontos, a equipe respira na competição, faltando apenas três rodadas para o fim do campeonato.

O Leão enfrenta Palmeiras (F), Bahia (C) e Fluminense (F).

Vasco em situação desesperadora

Depois da partida contra o Flamengo, em que o Vasco foi derrotado por 2 a 0, Luxemburgo disse que aquele jogo se descarta, pois o rival está em outro patamar, e que o Vasco deveria focar nos jogos contra os concorrentes diretos. No entanto, nesses mesmos confrontos, o Vasco não conseguiu vencer. Empatou com Atlético-GO e Bahia e foi derrotado pelo Coritiba, dentro de São Januário, e Fortaleza. A situação da equipe está desesperadora.

Pela frente, jogos dificílimos contra Internacional (C), Corinthians (F) e Goiás (C). 

 

VAVEL Logo