Marcos Vizolli fala sobre chances de título do São Paulo depois de virada sobre Grêmio
Foto: Rubens Chiri/São Paulo

Com mudança drástica em estilo tático, Marcos Vizolli quebrou tabu de 5 anos entre São Paulo e Grêmio. Após a vitória, o treinador interino do tricolor fez importantes levantamentos. O primeiro deles, foi uma metáfora sobre a atual situação da equipe e sua forma de motivar os jogadores.

Vale lembrar que o São Paulo tem chances matemáticas de ser campeão, para isso Internacional e Flamengo devem empatar o jogo que fazem entre si e perder o último do Campeonato Brasileiro - Internacional versus Corinthians e São Paulo versus Flamengo -, além do Soberano precisar vencer os 3 jogos que lhe faltam.

“Esse torcedor é o nosso, aquele que acredita em algo. É o que a gente faz no dia a dia, pensando nos atletas, nos torcedores. Não estamos mortos, enquanto existe uma esperança. Essa foi uma parte da minha palestra, estamos na UTI, mas estamos respirando. Até desligarem os aparelhos, estamos respirando”.

Ainda sobre a atual fase da equipe e a palestra no vestiário, Marcos acrescentou: “É importante as pessoas entenderem que o resultado de hoje é um resultado que a gente vem buscando há muito tempo. No jogo passado, tivemos domínio, posse e qualidade. Poderíamos conquistar, hoje, a segunda vitória. É um time qualificado o Grêmio. O mais importante é que a vitória veio, ela iria chegar. (...) O que vi desse dia de hoje é que temos coração, esse coração é diferente, ele bate. A gente só não sente quando morre. Eles foram corajosos, inteligentes, enfrentaram o Grêmio em igualdade aqui no Sul”.

Opinião sobre a comissão técnica de Fernando Diniz

Sobre a antiga comissão técnica, Vizolli afirmou que tinham uma visão otimista e que apenas uma vitória era necessária para que as coisas melhorassem em 2021: “A comissão passada era uma comissão muito otimista. Nós não temos palavras de como chegamos onde chegamos em relação aos sete pontos que tínhamos como liderança. O que vejo é que faltava uma vitória quando eles estavam aqui”.

Passando o bastão para Hernán Crespo:

O interino tricolor também falou e citou Hernán Crespo, diversas vezes. O treinador e ex-jogador argentino foi recentemente contratado pelo São Paulo e deve se apresentar ao trabalho já amanhã. Crespo é jovem e considerado um dos mais promissores treinadores da América do Sul por alguns especialistas.

“Não só a minha palavra, mas a de todos vão ajudar o Crespo a entender o que é o São Paulo Futebol Clube. (...) Muito obrigado pelas palavras, muito satisfeito e muito alegre por ter conseguido esse resultado. A gente tem uma certeza, certeza de ajuda. A gente está muito consciente disso, está em paz. O lado positivo é o que a gente tem que explorar. O lado negativo é que ele já percebe o que vai ter de dificuldade. É mais fácil eu passar as coisas positivas, o que esse grupo tem de bom e que o lado negativo, ele e a comissão técnica dele possam entender o que precisam melhorar”

Entrada de Carneiro foi surpresa positiva para muitos da torcida

Gonzalo Carneiro (25), foi uma surpresa para muitos no time titular do Mais Querido, Marcos justificou sua entrada e o papel que exerceu na importante vitória sobre o Tricolor Gaúcho, o interino não poupou elogios

“Primeiro, em relação ao Carneiro, a nossa escolha era uma surpresa. Como ele é um atacante de área, muito forte fisicamente, não é lento, é rápido, canhoto, segura os zagueiros, a gente esperava um jogo como aconteceu. Ainda existia uma dúvida pelo tempo do Carneiro sem jogar. Nós tivemos problemas de fazer jogos amistosos, treinos com jovens da base para que os atletas pudessem atuar. Não foi surpresa para mim ver o Carneiro entrando e brigando. Em relação à permanência do Carneiro, existe uma análise sobre profissionais, mas eu vou, sem dúvida, tecer os meus comentários. O Carneiro é único, um cara de área, que sai da área também, mas sai da área para flutuar. Torcer para que ele possa ser uma novidade futura para o São Paulo”.

Próximo compromisso

A próxima partida do São Paulo é contra o rival Palmeiras, na sexta-feira (19), no Morumbi. A vitória pode garantir ao São Paulo uma luz no fim do túnel em relação ao título ou até mesmo a confirmação de uma classificação direta à fase de grupos da Libertadores.

VAVEL Logo