Em jogo com polêmicas do VAR, Santos e Guarani ficam no empate
Foto: Thomaz Marostegan/Guarani

Com mais uma grande atuação do goleiro João Paulo e polêmica com o VAR, o Santos ficou no empate em 1 a 1 com o Guarani na tarde deste domingo (6), no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Paulista 2022 O gol do Peixe foi marcado pelo zagueiro Eduardo Bauermann e Giovanni Augusto, em cobrança de pênalti, fez para o Guarani.

O gol do Bugre saiu na segunda cobrança de pênalti após a primeira ter sido anulada por invasão da área. O pênalti chegou a ser cancelado, e o gol anulado, mas após muita discussão o árbitro Douglas Marques das Flores mandou repetir por invasão dupla, o que gerou muita reclamação por parte dos santistas.

Guarani começa melhor

Contando com o apoio da sua torcida, o Guarani começou melhor a partida. Aos sete minutos, o goleiro João Paulo começou a fazer suas belas defesas, defendeu chutes de Matheus Ludke e Yago. Aos 14, defendeu chute de Júlio César. Aos 17, Yaho recebeu na área, chutou cruzado, a bola bateu em Felipe Jonatan e explodiu na trave. No rebote, Eduardo Bauermann chutou em cima do atacante Lucão do Break.

Santos abre o placar

Fazendo jus ao ditado de quem não faz, acabou levando. O Santos saiu na frente em um erro do adversário. Aos 20 minutos, o goleiro Kozlinski saiu jogando errado e o Guarani cedeu um escanteio. Vinícius Zanocelo cobrou, Marcos Leonardo desviou no segundo pau e o zagueiro Eduardo Bauermann completou para o gol. Foi o primeiro gol dele pelo Alvinegro.

O Guarani, por outro lado, sentiu o golpe e o Peixe teve duas chances para ampliar. Aos 30 minutos, Ângelo fez linda jogada individual, invadiu a área e chutou, mas Kozlinski mandou para escanteio. Na cobrança de Zanocelo, Ricardo Goulart subiu sozinho e cabeceou com força, mas o goleiro do Guarani fez uma grande defesa e evitou o segundo gol.

Bugre busca empate

O Guarani voltou jogando da mesma forma em que terminou o primeiro tempo e teve a primeira chance logo aos dois minutos. Giovanni Augusto recebeu na área e chutou forte, mas João Paulo mandou para escanteio.

O Bugre chegou ao empate em uma sequência polêmica que durou cerca de cinco minutos. Aos 10 minutos, Felipe Jonatan fez pênalti em Giovanni Augusto. Lucão do Break cobrou, João Paulo defendeu e, no rebote, Yago marcou.

O VAR apontou invasão de área do jogador do Guarani e anulou o gol, dando tiro direto para o Santos. Depois de muita conversa, muita reclamação por parte das duas equipes, o árbitro voltou atrás na decisão porque um jogador do Peixe também invadiu a área e mandou repetir a cobrança. Aos 14, Giovanni Augusto cobrou e empatou o jogo.

Depois do empate, o ritmo de jogo diminuiu, as duas equipes até tentaram, mas o empate prevaleceu até o final.

E agora?

Com o resultado, o Peixe assume a vice-liderança do grupo D, com cinco pontos, a mesma pontuação do Guarani, que também está em segundo no grupo A.

Na próxima rodada, quinta-feira, o Santos recebe o São Bernardo, na Vila Belmiro, na quinta-feira (10), às 19h. Já o Guarani volta a campo na quarta-feira (9), diante do Botafogo-SP.

VAVEL Logo