Com hat-trick de Bia Zanerato, Palmeiras goleia Cresspom
Foto: Divulgação/Palmeiras

Neste domingo (19), o Palmeiras venceu o Cresspom-DF, em Brasília, por 7 a 1, com direito a hat-trick da camisa 10. As donas da casa abriram o placar com Keké. A virada veio de Andressinha, Bia Zanerato (3), Carolina Rodrigues (2) e Chu.

Avalanche alviverde

Início de partida bem movimentado, com as duas equipes brigando pela posse e, ao mesmo tempo, tentando evitar os contra-ataques em desvantagem para suas defesas. Sem surpresa alguma, as Palestrinas marcavam mais presença no campo do adversário, e tiveram a primeira oportunidade, num cruzamento de Duda pela ponta esquerda, mas ninguém chegou para completar. Na sequência, a goleira palmeirense recebe um recuo e demora na decisão. Keké, que nada tinha com isso, aproveitou o vacilo para tomar a bola e mandar para o fundo das redes, abrindo o placar para as donas da casa. O que se esperava, era de um crescimento das donas da casa, mas foi o oposto. As Palestrinas não deixaram nem as adversárias comemorarem direito e chegaram no empate. Em cobrança de escanteio, Andressinha desviou na primeira trave e a bola encobriu a goleira Késia, que nada pôde fazer.
 
Depois da conquista do empate alviverde, o jogo tomou um nível de emoção sem igual. As donas da casa tentavam subir mais para o ataque, mas as visitantes controlavam o ritmo pela alta posse de bola. A virada quase aconteceu ainda no primeiro quarto de jogo, em boa tabela dentro da área, mas Késia estava ligada e mandou para fora. Como resposta, a equipe brasiliense partiu para cima pela ponta direita, encontrou Nath livre de marcação, que bateu de primeira do meio da rua. A bola pegou bastante viagem e foi explodir na trave da goleira palmeirense que já se encontrava rendida. No rebote, a companheira se encontrava em impedimento. A partida seguia bastante equilibrada, mesmo com a posse de bola sendo superior das visitantes.
 
O primeiro tempo acabou por desandar depois que Bia Zanerato virou o jogo para as Palestrinas, num ótimo cruzamento de Bia Brazil pela ponta esquerda, achando a camisa 10 na segunda trave. As donas da casa sentiram muito o segundo gol e pareciam ter ficado mais pesadas em campo, e as visitantes perceberam o abalo emocional. Com isso, a pressão aumentou e consequentemente, mais gols. O terceiro aconteceu também pela ponta esquerda, mas desta vez, Bia Zanerato fez o papel de garçonete para Carolina Rodrigues que só empurrou para as redes. Mais adiante, um lance polêmico, onde Keké foi derrubada dentro da área e a arbitragem marcou a falta do lado de fora. Na cobrança, sem perigo. Logo em seguida, também pela ponta esquerda, Day Silva chegou na linha de fundo e, rasteiro, cruzou para Carolina Rodrigues completar para o fundo das redes novamente, ampliando a vantagem.

Abalo emocional e chuva de gols

Início de segundo tempo a todo vapor. Mal começou e pela ponta esquerda, novamente, na tentativa de cruzamento, a bola bateu no braço da defensora do Cresspom e a arbitragem marcou a penalidade. Bia Zanerato foi para a cobrança e fez o seu segundo gol no jogo, ampliando o placar para 5 a 1. Ainda com fome de gol, o Palmeiras seguiu forçando o ataque, blocos altos e pressão individual. No primeiro terço, várias oportunidades foram geradas, mas não bem aproveitadas. Em comparação, poucas chances criadas pelas donas da casa, que precisavam buscar a vitória. 
 
Com a partida chegando no segundo quarto, as jogadoras do Cresspom iam ficando mais nervosas e lutando para levar perigo ao gol adversário, mas esbarravam nas péssimas tomadas de decisão e no paredão alviverde, que inibia a maioria das investidas. As Palestrinas, buscavam o gol, conseguiam criar através do meio campo e agredir pelas pontas, mas não chegaram a balançar mais as redes. Com isso e com o relógio entrando na marca dos trinta e três minutos, as visitantes desaceleraram a partida e controlaram o restante do jogo.
 
O jogo já estava decidido e, chegando nos minutos finais, Chu e Bia Zanerato fecharam a goleada de 7 a 1 para as Palestrinas, decretando o rebaixamento das donas da casa para a Série A2 do Brasileirão Feminino.

Classificação e próximos compromissos

Com a vitória, o Palmeiras voltou ao topo da tabela, com 31 pontos e um a mais que o vice. O Cresspom com a derrota, não tem mais possibilidade de permanecer e já está rebaixado.
 
O Palmeiras volta a campo quarta-feira (3) de agosto, contra o Kindermann em São Paulo, às 16h. O Cresspom volta a campo no mesmo dia, contra o Real Brasília em Brasília, às 15h.
VAVEL Logo